Doação de nova área para Irizar será formalizada

A consolidação de Botucatu como um pólo industrial importante no estado de São Paulo ganha um novo capítulo nesta segunda-feira (12), quando o prefeito João Cury Neto fará a assinatura da escritura de doação de área para a construção da nova fábrica da Irizar no município.

O evento acontecerá na sede da empresa e contará com a presença do diretor geral da Irizar Brasil, Axier Etxezarreta Aiertza e de todos os funcionários da fábrica, além de diversas autoridades municipais. O documento a ser assinado oficializa a doação de uma área de 234 mil metros quadrados, localizada no novo distrito industrial.

As negociações para a construção da nova planta industrial da empresa começaram em 2010, quando da viagem do prefeito João Cury ? Espanha. Em setembro daquele ano, a Irizar apresentou uma carta de intenções com o projeto de ampliação das atividades industriais no município.

De acordo com a direção, a empresa atingiu o limite possível de expansão na área onde está instalada atualmente, na Rodovia Marechal Rondon, ao lado da sede da Caio Induscar. Em razão disso foram realizados estudos para soluções de médio e longo prazo que lhe permitam atender a demanda do mercado de ônibus rodoviários de luxo, bem como de componentes para veículos ferroviários que tem apresentado grande potencial de crescimento.

“Analisamos diversas alternativas e concluímos que a melhor solução será construir uma nova planta industrial onde concentraremos todas as nossas operações, com ganhos de logística, produtividade e competitividade no mercado”, traz trecho do documento.

Em fevereiro de 2011, o prefeito recebeu em seu gabinete o presidente do Grupo Irizar, Gorka Herranz Landa; o diretor de exportações e ex-superintendente da unidade de Botucatu, Gotzon Gómez Sarasola; o diretor geral da Irizar Brasil, Axier Etxezarreta Aiertza e o presidente do Conselho, José Manuel Orcacitas para discutir o projeto.

Na ocasião, os executivos espanhóis foram informados que a Prefeitura havia concluído o processo de desapropriação de uma área de 450 mil metros quadrados para viabilização de um novo distrito industrial e que uma área de 250 mil metros quadrados já estava reservada ? ampliação da Irizar.

“Este é um momento histórico para o desenvolvimento industrial da cidade. Um projeto como esse da Irizar exige de nossa parte todo esforço necessário para poder viabilizá-lo. Estamos falando de uma empresa que gera empregos e divisas para o município e hoje é um dos orgulhos do nosso parque industrial e que tem uma perspectiva de crescimento muito grande. Estamos felizes em oficializar a doação dessa área e torcemos para que a nova fábrica esteja em funcionamento o mais rápido possível”, declara o prefeito.

O protocolo de intenções assinado pela empresa espanhola estabelece o prazo de seis meses, após oficialização do compromisso com o município, para apresentação do projeto final de ampliação. Também ficou definido que, até seis meses após a Prefeitura garantir o acesso pavimentado ao terreno, a Irizar iniciará a urbanização do local. A construção dos prédios será executada no prazo máximo de um ano após ser lavrada a escritura de doação da área.

O investimento, na chamada fase 1, permitirá que a fábrica de Botucatu aumente sua capacidade de produção de três para quatro ônibus/dia, com geração de mais 100 empregos diretos. Hoje a Irizar conta em seus quadros com cerca de 600 funcionários na unidade de Botucatu. No prazo de 3 a 7 anos, o objetivo é atingir a marca de seis unidades/dia, com geração de mais 200 empregos diretos e outros 250 indiretos. E no prazo de 7 a 11 anos, outros 200 empregos diretos e 200 indiretos.