Defesa Civil vai fazer levantamento de terrenos abandonados

Um problema que incomoda muitos munícipes, em diferentes bairros da cidade é relacionado a terrenos sujos espalhados na área urbana da cidade. E isso não acontece apenas nos bairros mais afastados. Terrenos sujos e maus cuidados podem ser vistos em ruas centrais da cidade com grande fluxo de pessoas. Entre elas, estão as Ruas Amando de Barros, João Passos, General Telles, Costa Leite, Major Matheus, Avenida Santana, Avenida Vital Brasil, Avenida Paula Vieira, entre muitas outras vias.

O coordenador da Defesa Civil do Município, Domingos Chavari Neto, está fazendo um levantamento de terrenos que estão espalhados por diferentes regiões da cidade de Botucatu, transformados em verdadeiros depósitos de lixo por falta de cuidados de seus proprietários. Além disso, esses terrenos acabam se tornam criadouros de insetos e animais peçonhentos que invadem residências vizinhas.

“Estamos trabalhando para tentar buscar a solução para este problema. Infelizmente, alguns proprietários não zelam pelos seus terrenos e eles acabam gerando problemas para quem mora na vizinhança. Temos conhecimento de que grande parte desses terrenos pertence a pessoas que não residem em Botucatu. Sem os cuidados, os terrenos acabam gerando transtornos para moradores, pois não deixa de ser um problema de Saúde pública”, frisou Chavari.

Recentemente, o coordenador da Defesa Civil foi acionado para comparecer na Rua José Barbosa de Barros, principal meio de ligação do centro da cidade com a Fazenda Lageado, onde em um local que, antigamente, era usado como “viradouro” de locomotivas da Rede Ferroviária Federal, antiga Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), está virando um depósito de lixo.

“Em terrenos como este da José Barbosa de Barros, são jogados móveis velhos, galhos de árvores e lixo de toda espécie, sem falar do mato. Por isso já fizemos o encaminhamento do problema ao gabinete do prefeito João Cury para que as medidas sejam tomadas pelos órgãos competentes”, frisou Chavari. “Nunca é demais lembrar que existe uma lei municipal que permite que a prefeitura execute o serviço de limpeza dos terrenos e, posteriormente, cobre do proprietário o serviço executado, depois de passar por um trâmite legal. Por isso as pessoas que não cuidam dos seus terrenos e causam transtornos aos vizinhos devem ser denunciadas”, acrescenta Chavari.

A cidade conta com equipe que realiza a limpeza, após todo o trâmite do processo, já que existem prazos e procedimentos previstos em lei. Não atendida a notificação, o proprietário será autuado e ainda assim são aguardados 20 dias para que o mesmo faça a limpeza. Após este prazo, o terreno é limpo pela equipe de Manejo Ambiental da Vigilância Ambiental em Saúde e inscrito em dívida ativa.

Chavari orienta que qualquer reclamação que o munícipe tenha neste sentido deve ligar para a Defesa Civil do Município, telefone 199, Ouvidoria da Prefeitura Municipal (38111-1547), ou, ainda, pelo site ouvidoria@botucatu.sp.gov.br. No caso de animais mortos ou insetos e animais peçonhentos, também poderão ser acionadas a Vigilância Sanitária (3811-1108), Vigilância em Saúde Ambiental (3811-1103) ou Zoonoses (150).

Fotos: Valéria Cuter