Defesa Civil assiste famílias que perderam bens

A tempestade acompanhada de fortes ventos ocorrida na noite do último dia 2 de setembro atingiu diferentes pontos da Cidade exigindo empenho da Comissão da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) e da Guarda Civil Municipal (GCM), que atenderam casos de inundação, destelhamento, queda de galhos de árvores, enchente, entre outros.

O coordenador da Defesa Civil do Município Paulo Renato da Silva acompanhado dos agentes estiveram em vários locais afetados pelo temporal e fez um levantamento nos estragos que as chuvas causaram e buscou, juntamente com a Secretaria de Assistência Social, solução para prestar auxílio aos moradores.

Para cinco famílias que necessitavam ajuda em virtude dos danos causados foram entregues: cinco cestas de alimentos; nove colchões  de solteiro; quatro colchões de casal; 12 cobertores;  100 metros de lona para cobertura, roupas Infantis e adultos; além de
um mobília tipo cômoda.

“A chuva foi muito forte e nossa preocupação maior foi atender pessoas em situação de risco com casas destelhadas”, disse o coordenador. “Lamentamos as perdas que as pessoas tiveram, mas pelo menos não tivemos nenhum caso de dano físico. Agora essas pessoas terão que reconstruir o que foi perdido e nós estaremos ao lado delas para ajudar no que for preciso”, acrescentou.

O coordenador realça que a Defesa Civil elaborou um plano preventivo para ser aplicado em período de chuvas, gerando uma série de problemas como deslizamento de terra, destelhamento de casas, desabamentos, inundações, alagamentos, enxurradas, queda de árvores, entre outras situações de risco.  

“Para nós a prevenção é a solução e em razão disso trabalhamos diuturnamente na conscientização da comunidade para minimizar riscos e propiciar atendimento ágil, rápido e eficiente”, emendou o coordenador.