Conferência de Juventude reúne dezenas de pessoas

A Casa da Juventude de Botucatu – “Professor Vinício Aloise” foi palco na tarde desta quinta-feira (24) da primeira Conferência Municipal de Juventude. O evento foi organizado por uma comissão formada por representantes do Governo Municipal e da Sociedade Civil e contou com a participação de mais de 100 jovens. Na abertura também estiveram presentes várias autoridades municipais.

O encontro proporcionou a criação de aproximadamente 20 propostas divididas entre os eixos de Educação, Saúde, Trabalho e Participação Social. No eixo que discutiu o cenário da Participação Social no Brasil, por exemplo, a principal proposição foi pela criação de espaços que estimulem a participação dos jovens nos ambientes de construção das políticas públicas. Foram feitas propostas de ampliação destes espaços junto às escolas, nos bairros e também nos equipamentos públicos que oferecem atividades culturais e esportivas.

Quanto ao eixo que discutiu as questões relativas ao Trabalho surgiram propostas de apoio à colocação do jovem no mercado de trabalho, aumento da fiscalização da lei que regulamenta a contratação de aprendiz na indústria, comércio e serviços, e também apoio aos jovens com alguma deficiência para a conquista de emprego.

Na ocasião também foram eleitos quatro delegados da sociedade civil organizada: Tiago de Oliveira Soares, Vinicius Santos, Felipe Augusto Andrini de Camargo, e Emanuel Henrique de Andrade. Eles representarão Botucatu na etapa estadual da Conferência de Juventude, no mês de novembro, em São Paulo. O Poder Público Municipal indicará mais dois representantes. Já a etapa nacional, que chega à sua terceira edição, está agendada para o mês de dezembro, em Brasília, e deverá reunir mais de 2 mil jovens.

“A primeira Conferência de Juventude, realizada graças à colaboração de diversos parceiros e jovens voluntários, dá início a um processo de institucionalização da política de juventude assim como ocorreu com as diversas políticas já existentes no Município. O próximo passo será a constituição do Conselho Municipal de Juventude. São passos fundamentais para que, em conjunto com as demais políticas de governo possamos construir um ambiente cada vez mais adequado para o desenvolvimento e protagonismo da população jovem do Município”, afirma o secretário municipal de Policias de Inclusão, Paulo Malagutte.

A Conferência Nacional da Juventude deste ano tem uma novidade. Pelo menos 600 delegados (ou seja, 30% do total), serão eleitos por um app (aplicativo), sem precisar passar pelas conferências municipais. A iniciativa foi adotada visto o grande uso das novas tecnologias no dia a dia das pessoas, especialmente no dos jovens, construindo assim uma nova forma de se fazer política. Mais informações pelo site http://juventude.gov.br/profile/conferencia.

 

Praça da Juventude agora com wi-fi grátis

Durante a abertura da Conferência Municipal de Juventude também foi inaugurada mais um ponto do projeto Praça Digital, que completa um ano no fim deste mês. O objetivo é disponibilizar internet gratuita para a população, estimulando o uso de novas tecnologias e o acesso à informação.  Após se cadastrar, o cidadão poderá se dirigir a qualquer um dos pontos do Município que já disponibilizam o serviço e buscar pelo aparelho de comunicação móvel [celulares, tablets e notebooks] o sinal de wi-fi “Praça Digital”. Uma vez “logado”, o usuário terá cinco horas contínuas de conexão. A velocidade de conexão é de no mínimo 256kbps, com acesso irrestrito e gratuito.

Além da Praça da Juventude, o projeto Praça Digital já está presente nas praças Coronel Moura (Paratodos), Rubião Júnior (ao lado da Prefeitura), Dom Luiz Maria de Santana (Catedral), Emilio Peduti (Bosque), Cavalheiro Virgílio Lunardi (Igreja Sagrado Coração de Jesus), Carlos Gomes (Igreja São Benedito), Alexandre Fleming (em frente ao Hospital do Bairro), e Ginásio Municipal de Esportes. Atualmente o serviço de internet grátis via wi-fi também é disponibilizado no prédio central da Prefeitura e Terminal Rodoviário.

De acordo com a Divisão de Tecnologia e Recursos da Informação da Prefeitura de Botucatu, mais de 22 mil pessoas já estão cadastradas no projeto Praça Digital. “A intenção do Poder Público Municipal é democratizar o uso de novas tecnologias, que estimulam a busca por informação, além de ser mais uma opção de lazer e conexão entre as pessoas”, argumenta Jorge de Campos Junior, chefe da Divisão de T.I da Prefeitura de Botucatu. Mais informações pelo site www.botucatu.sp.gov.br/pracadigital; e-mail pracadigital@botucatu.sp.gov.br; ou pelos telefones (14) 3811-1486 / 3811-1487.