Comoção marca sepultamento do vereador Josey Carvalho

Fotos: Valéria Cuter

Desde que o velório foi iniciado nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (26) até ? s 17 horas quando o corpo foi sepultado, centenas de pessoas passaram pelo Complexo Funerário Orlando Panhozi para fazer a última homenagem ao vereador e advogado Josey de Lara Carvalho, que morreu na noite desta segunda-feira (25), aos 47 anos, na Misericórdia Botucatuense vítima de uma parada cardiorespiratória após ser submetido a duas delicadas intervenções cirúrgicas em razão de um câncer generalizado que atingiu vários órgãos da região abdominal.

A notícia da morte de Josey, um dos vereadores mais votados das últimas eleições municipais com 2.039 votos, pegou a Cidade de surpresa e nem a família sabia que ele estava com uma doença tão grave. Tinha uma vida absolutamente normal, jogava futebol com freqüência e no sábado estava em uma festa de casamento.

Nessa festa ele apresentou um mal estar e dores abdominais. Na manhã de segunda-feira foi internado e passou por um exame de tomografia. Nele foi constatado um câncer gravíssimo já em estado de metástase (formação de uma nova lesão tumoral a partir de outra). Foi encaminhado ao Centro Cirúrgico da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e passou pela primeira intervenção cirúrgica para retirada de tumores. Retornou ? UTI e como seu estado se agravou, consideravelmente, a equipe médica que o acompanhava optou por uma segunda cirurgia, mas ele não resistiu e teve uma parada cardíaca.

Por volta das 9h30, os vereadores da Câmara Municipal realizaram uma homenagem cobrindo seu corpo com a bandeira do Município. Alguns parlamentares fizeram uso da palavra para tecer comentários sobre a atuação de Josey Carvalho como cidadão botucatuense. Também em razão do falecimento o prefeito de Botucatu, João Cury Neto, emitiu nota de pesar e através do decreto 9644 estabeleceu luto oficial no município por três dias.