Botucatu faz campanha para atender municípios da região

Fotos: Valéria Cuter

Entre as cidades que mais sofreram com as fortes chuvas que desabaram na região na madrugada e manhã de quarta (16), duas das mais afetadas foram Pratânia e São Manuel, onde diversas famílias ficaram desalojadas e tudo o que tinham foi levado pela enxurrada. Em Botucatu as chuvas também causaram estragos, mas o volume de vítimas foi menor.

Em razão disso os prefeitos Roque Joner (Pratânia) e Marcos Monti (São Manuel) decretaram situação de emergência e enviaram oficio a Defesa Civil do Estado de São Paulo, solicitando o apoio com o fornecimento de materiais de ajuda humanitária. Também outras cidades como Bofete, Anhembi, Areiópolis, Pardinho e Itatinga, foram afetadas.

Na manhã desta sexta-feira (18) uma campanha encabeçada pela Rádio Municipalista, Secretaria de Segurança Pública e Direitos Humanos, através da Guarda Civil Municipal e Grupo de Voluntários, foi deflagrada para ajudar as pessoas que perderam seus bens.

“Visitei vários pontos de Botucatu castigados pelas chuvas de quarta-feira e vi de perto o drama das famílias e procuramos dar nossa solidariedade e ajuda a quem foi prejudicado. Se em Botucatu a situação foi bastante grave, em cidades vizinhas o drama foi ainda maior. Muitas famílias perderam tudo o que tinham e estão sem ter onde morar, sem ter o que vestir, sem ter o que comer. Por isso, através da (rádio) Municipalista fizemos essa campanha e como sempre a população de Botucatu foi solidária e atendeu ao apelo, fazendo a doação de muitos produtos”, destacou o voluntário Rubens de Almeida, o Alemão.

Na tarde desta segunda-feira (21) um caminhão carregado com os mais diferentes produtos sairá da sede do Tiro de Guerra (TG) com destino ? s cidades mais afetadas. Nesse caminhão haverá produtos alimentícios não perecíveis, roupas de cama, mesa e banho, colchões, calçados e até geladeiras, sofás e fogões.

“Estamos engajados na campanha desde que ela foi iniciada e temos a satisfação de ver um caminhão com produtos para atender essas pessoas que passaram por situação caótica. Quem quiser colaborar pode ligar para 199 que nós iremos buscar as doações no endereço da pessoa. Esse é um dia em que a gente vai prá casa agradecido com a solidariedade da população botucatuense que não mede esforços para ajudar seu semelhante”, ressaltou o comandante GCM de Botucatu Sérgio Luiz Bavia.