Botucatu atualiza plano diretor de Turismo

 

Botucatu é uma cidade de muitos atrativos naturais: cuesta, cachoeiras, belas paisagens, o que atrai visitantes da região, do Estado e de todo País. Porém, ainda é necessário ressaltar essas belezas para que cada vez mais pessoas visitem a Cidade. Uma das alternativas é tornar Botucatu uma estância turística.

Por isso, o Município está atualizando o Plano Diretor de Turismo. A atualização ocorre a cada três anos com a intenção de dar o direcionamento correto às ações que podem ser realizadas na área, como onde colocar esforços e investimentos.

O Plano é desenvolvido de forma participativa e envolve a população, empresas e todos que queiram colaborar para a construção de um planejamento para o turismo. Com a atualização, Botucatu irá pleitear uma vaga entre os municípios de interesse turístico no Estado de São Paulo.

“O Plano Diretor de Turismo é muito importante para delimitarmos o caminho que devemos seguir para o desenvolvimento turístico. Mas o principal motivo hoje, é a oportunidade de Botucatu ser selecionada como ‘Município de Interesse Turístico’ (MIT). Com este selo, podemos receber um aporte financeiro de R$ 550 mil por ano do Governo do Estado. Recurso que será investido no desenvolvimento turístico, baseado nos projetos do Plano Diretor de Turismo”, explica Augusto Techio, Secretário Adjunto de Turismo de Botucatu.

Para esta atualização do Plano Diretor, foi criada uma comissão no Conselho Municipal de Turismo. O grupo tem subdivisões que são responsáveis por etapas do plano como: levantamento de atrativos naturais e culturais; eventos de aventura e culturais, entre outros segmentos que venham fazer parte do planejamento do turismo.

As reuniões são realizadas as quintas e sextas-feiras, a partir das 18 horas, na Secretaria Adjunta de Turismo, na Estação Ferroviária de Botucatu.

Para a coordenação do Plano Diretor, foi necessária a contratação de uma empresa especializada na área, no caso o Senac, que está a par de todas as necessidades para a atualização do plano, bem como do preenchimento das fases para a apresentação, a fim de solicitar o selo de Município de Interesse Turístico.