Vigilância Sanitária de Botucatu orienta consumidores após “Carne fraca”

 

Foto Carta Capital

Em detrimento da repercussão e insegurança gerada ao consumidor após a divulgação da operação “Carne Fraca” realizada pela Policia Federal, a Secretária Municipal de Saúde, através da Vigilância Sanitária do município de Botucatu, orienta o consumidor sobre os cuidados a serem observados na compra da carne e seus derivados:

1 – Importante avaliar as condições higiênico-sanitárias das instalações, equipamentos e utensílios utilizados no estabelecimento.

2 – Certificar que o estabelecimento possui alvará sanitário.

3 – Avaliar se os funcionários estão devidamente uniformizados e a higiene pessoal é satisfatória.

4 – Certificar a procedência do produto a ser adquirido (carne bovina, suína, frango e embutidos), constatando se o mesmo foi submetido a inspeção sanitária (selo SIF ou SISP ou SIM).

5 – Caso esteja embalada, avaliar se a mesma encontra-se integra, ou seja, não violada.

6 – Certificar se o produto está dentro do prazo de validade e acondicionado em temperatura adequada.

7- Avaliar as características sensoriais, sobretudo a cor e odor. A carne bovina deve apresentar cor vermelho púrpura a brilhante. O peito de frango deve apresentar cor rosa pálida, enquanto que a coxa e sobrecoxa coloração mais rósea.  Já a carne suína deve apresentar coloração de rosada a avermelhada.

8 – A compra de carne fresca moída deve ser condicionada ao fato de que a moagem seja, obrigatoriamente, realizada na presença do comprador e a seu exclusivo pedido.

Os consumidores que necessitarem de mais informações ou encontrarem irregularidades na venda de carne e seus derivados podem entrar em contato com a Vigilância Sanitária pelo telefone (14) 3811-1108.

A nota vem assinada por Rosana Cristina de Lara Marins Minharro, Chefe de Divisão da Vigilância Sanitária de Botucatu e Leandro Maia, Médico Veterinário.