Vigilância Ambiental em Saúde resgatou mais de 800 morcegos em 2019

A Vigilância Ambiental em Saúde de Botucatu-SP resgatou 875 morcegos em 2019. Neste mesmo ano foram confirmados 5 morcegos positivos para raiva, sendo 2 frugívoros (Artibeus lituratus), 2 insetívoros (Myotis nigricans) e 1 nectarívoro (Glossophaga soricina).

Os morcegos são animais silvestres protegidos por lei, pois são importantes para o meio ambiente, realizando o controle da população de insetos, dispersão de sementes, polinização, entre outros benefícios, portanto não devemos mata-los. Morcegos insetívoros, frugívoros e nectarívoros, os mais comuns na área urbana, não são alvos de controle em saúde pública, portanto somente deverão ser resgatados em situação de risco, ou seja, caídos ou pousados em locais não habituais a espécie.

Vários são os fatores que podem contribuir para a queda dos morcegos e algumas espécies de insetívoros não conseguem levantar voo diretamente do chão, por isso é comum encontrarmos estes animais de hábitos noturnos caídos durante a luz do dia.

Os morcegos são reservatórios naturais do vírus da raiva, portanto não devemos manuseá-los, pois para se defender poderão morder e, assim, transmitir esta doença. É importante mantermos a vacina antirrábica de cães e gatos em dia, pois caso entrem em contato com morcegos infectados com o vírus rábico, caídos e/ou pousados em locais não habituais, estarão protegidos, não adquirindo a raiva e não se tornando uma fonte de infecção para o homem.

Como proceder ao encontrar um morcego caído ou pousado em local não habitual

Ao nos depararmos com um morcego vivo ou morto nesta condição é importante isolá-lo, colocando um balde ou uma caixa de papelão em cima dele, impedindo que animais e crianças tenham contato com o mesmo. Em hipótese alguma jogue fora o morcego!

A Vigilância Ambiental em Saúde atende de segunda a sexta-feira das 7h as 17 pelo telefone 38135055. Após o horário comercial, finais de semana e feriados, o plantão da Vigilância Ambiental em Saúde deverá ser acionado pelo 199 da Guarda Civil Municipal.

Caso um morcego entre voando no interior do imóvel, apague as luzes, feche as portas internas e deixe a janela aberta para que ele possa sair. A Vigilância Ambiental em Saúde realiza as orientações para desalojar morcegos do forro de uma edificação, sendo que esta ação não poderá ser realizada neste período de reprodução.