Vigilância Ambiental em Saúde capacita 135 servidores para “Brigada contra o Aedes aegypti”

A Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) capacitou, de fevereiro a junho, 135 servidores de todas as Secretarias Municipais para compor, em seus respectivos órgãos, as equipes de trabalho denominadas de “Brigada contra o Aedes aegypti”, em cumprimento ao Decreto 11.187 de 8 de dezembro de 2017, assinado pelo Prefeito Mário Pardini.

O objetivo do decreto é de que em todo prédio público municipal tenha uma equipe de servidores capacitada para trabalhar no combate ao mosquito transmissor da dengue, Chikungunya, zika vírus e febre amarela urbana.

“Os servidores que irão compor as Brigadas puderam conhecer as manifestações e o ciclo de transmissão das doenças do Aedes aegypti, como seu principal vetor e forma de combater este inseto”, explica Valdinei Campanucci, Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal.

Em 2018, a VAS confirmou quatro casos autóctones e dois importados de dengue na Cidade.

“As ações de trabalho no combate ao Aedes aegypti têm sido bem direcionadas e oportunas, o que vêm impedindo um surto de dengue no município. É importante que a população continue colaborando, não deixando recipientes com água parada sem manutenção adequada, pois estes contribuem à proliferação do mosquito transmissor”, conclui Valdinei Silva.