Vacinação da população flutuante de Botucatu começará por Caio, Irizar, Embraer e Eucatex

A Secretaria Municipal de Saúde inicia nesta sexta-feira, 18, a vacinação de trabalhadores flutuantes da Cidade, ou seja, pessoas que trabalham regularmente no Município, mas moram em cidades vizinhas. Esses profissionais poderão ser imunizados com o emprego de doses remanescentes da vacinação em massa dos moradores botucatuenses.

As empresas botucatuenses dos setores do Comércio, Indústria e Construção Civil, bem como seus sindicatos foram os responsáveis por elencar os profissionais que se encaixam nesta etapa da vacinação em massa.

O trabalho começará a partir das 8 da manhã, nas empresas Caio, Irizar, Embraer e Eucatex. Outras instituições receberão as equipes da Saúde nos próximos dias, de acordo com a logística tratada com os setores.

A vacinação em massa em Botucatu faz parte do projeto de estudo da vacina produzida pelo laboratório Astrazeneca, Universidade de Oxford e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), elaborado pela parceria entre a Prefeitura, Ministério da Saúde, Governo Federal, Unesp, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, e Fundação Gates.

Todo o processo de cadastro e vacinação em Botucatu tem o acompanhamento e auditoria realizados pelas Forças de Segurança do Município (Guarda Civil Municipal, Polícia Civil e Polícia Militar), OAB Botucatu, Justiça Eleitoral, Ministério Público e Tribunal de Justiça de São Paulo.