Segunda dose da vacina contra COVID-19 envolveu 1.300 profissionais de saúde em Botucatu

Dos 65.453 vacinados na primeira etapa, 61.741 retornaram aos locais de vacinação para concluírem o processo.

No último domingo, 8, toda a população de Botucatu acima de 18 anos, que tomou a primeira dose da vacina contra a COVID-19 no dia 16 de maio deste ano, teve o privilégio da oportunidade de receber a segunda dose do imunizante. Dos 65.453 vacinados na primeira etapa, 61.741 retornaram aos locais de vacinação para concluírem o processo.

Entre os profissionais envolvidos, que somaram 1.300 pessoas só na equipe da saúde, participaram enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, médicos, agentes comunitários, farmacêuticos, auxiliares de farmácia, equipes de limpeza, técnicos de segurança, dentistas, auxiliares de serviços gerais, psicólogos, auxiliares administrativos, fisioterapeutas, nutricionistas, motoristas, auxiliares de consultórios dentários, docentes, residentes, diversos voluntários, das diversas áreas de formação do município, almoxarifado e TI. Muitos deles são vinculados à OSS Pirangi e também ligados à Secretaria Municipal de Saúde e Centro de Saúde Escola – Unidade vinculada à Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB).

A grande diferença nesse segundo dia de vacinação foi em relação ao tempo de espera para a aplicação, o que quase não ocorreu. A Coordenadora de serviços da O.S.S Pirangi, Telma Marques Medeiros, contou como o procedimento foi ágil: “Ninguém ficou horas na fila, a segunda dose foi mais rápida ainda que a primeira. Entre 5 e 10 minutos a pessoa já estava vacinada, pois para a aplicação da segunda dose já não foi necessária a conferência de comprovação de residência em Botucatu, todos os dados já estavam documentados no sistema de informações”, disse.

Importância da vacinação

A também coordenadora de serviços da O.S.S Pirangi, Daniela Silva, diz que hoje uma grande dificuldade enfrentada na saúde pública são as várias opções de vacinas disponíveis, isso porque as pessoas querem escolher qual será aplicada. “Todas as vacinas são muito importantes e possuem eficácia comprovada. A Astrazeneca é uma vacina segura e com a ampla cobertura de vacinação vamos reduzir consideravelmente a transmissão da doença, reduzindo a taxa de internação e número de mortes, principalmente em pacientes que estão nos grupos de risco, como obesos e idosos, por exemplo”, disse.

Daniela ainda falou que vacinar é um ato individual e coletivo de amor e cuidado. “Devemos pensar que a vacinação é a mais importante das estratégias que irão permitir que as coisas voltem ao normal. A vacinação dos adultos será imprescindível também para proteger nossas crianças e adolescentes neste retorno às aulas”, completou.

Uso de máscara

Mesmo com as duas doses da vacina, ainda sim é necessário que todas as pessoas façam uso das máscaras. Os especialistas recomendam que sejam mantidos os protocolos de segurança, tais como: continuar praticando o distanciamento social, uso de máscara, higienização constante das mãos com álcool em gel ou água e sabão. “Somente após 14 dias que a pessoa receber a segunda dose a sua imunidade tende a aumentar.

Quanto mais rápido toda a população completar seu esquema de duas doses e estes 14 dias se completarem para todos, poderá ser possível contarmos com a imunidade coletiva. Este é o grande resultado esperado com a estudo da AstraZeneca, que já está se tornando uma realidade.

Quando a população adquirir imunidade teremos a queda mais expressiva da transmissão da COVID-19, o que nos permitirá aumentarmos nossas relações com amigos e familiares dentro de Botucatu. Mas, temos que continuar usando máscara porque as vacinas estão em fase de estudo e não sabemos como irão se comportar com as novas variantes, e todos os dias recebemos visitantes de fora na cidade ou circulamos fora daqui, e assim podemos ter contato com pessoas infectadas”, afirma Daniela.

Para conscientizar ainda mais a população, Daniela deixou um recado: “Vacinados precisam se proteger, porque toda vez que o vírus atingir seu organismo, vai tentar destruir a imunidade adquirida com a vacina. Enquanto existir pandemia precisamos tomar cuidado e usar as máscaras”, encerrou.

Aviso da continuação da segunda dose

As pessoas que não conseguiram ir até os locais de vacinação tomar a segunda dose do imunizante, deverão procurar as Unidades de Saúde mais próximas de casa a partir desta terça-feira, 10. Se você não se vacinou não perca tempo! Haverá oportunidade também no próximo sábado, 14, onde as vacinas serão aplicadas no ginásio Paralímpico e Complexo Esportivo Heróis do Araguaia, das 08h às 17h.

Na primeira vacinação foram constatadas muitas pessoas com sintomas e reações. Mas, dessa vez, todos foram surpreendidos positivamente. As reações nesta segunda dose foram consideradas raras, isso porque o organismo já estava adaptado.

Por último, Daniela ainda lembra da importância da testagem contra o Covid-19 caso seja detectado qualquer tipo de sintoma. “É importante que as pessoas considerem os sintomas, mesmo que sejam leves, e realizem o isolamento e a testagem. Isso é muito importante e necessário para continuarmos promovendo o cuidado em tempo oportuno, bem como para acompanharmos o comportamento da pandemia em nossa cidade”, finalizou.

Fonte: Vias Digitais