Saúde instalará postos de vacinação contra o sarampo neste sábado, 10

Buscando mobilizar a população e organizações da Cidade para a vacinação contra o sarampo, a caxumba, a rubéola e a atualização da carteira de vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde instalará no próximo sábado, 10, dois postos volantes de vacinação: um na Praça da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, na Vila dos Lavradores, e outro no Shopping Botucatu.

Os postos de vacinação funcionarão no sábado das 10 às 16 horas. A vacina também conhecida como tríplice viral ou SCR é oferecida de graça em todas as Unidades de Saúde, de segunda à sexta-feira, das 8 às 17 horas. Os interessados precisam apenas apresentar a carteira de vacinação para ter acesso à vacina.

“A vacina é contraindicada para mulheres grávidas, pessoas que receberam transplante ou que estejam com o sistema imunológico deprimido e crianças menores de seis meses. Pessoas acima de 60 anos devem consultar um médico e as mulheres em idade fértil deverão evitar a gravidez por pelo menos um mês após a vacinação”, orienta o Secretário de Saúde, André Spadaro.

Em caso de doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.

Sarampo

O Sarampo é uma doença grave causada por um vírus e altamente contagiosa. É transmitida da mesma forma que o vírus da gripe, de pessoa para pessoa, através do contato direto (aperto de mão) e pelo ar (tosse e espirros). O vírus pode ficar no ar ou em superfícies por horas.

Principais sinais e sintomas do sarampo:
• Febre alta, acima de 38,5°C;
• Dor de cabeça;
• Manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e, em seguida, se espalham pelo corpo.
• Tosse persistente;
• Coriza (corrimento no nariz);
• Irritação nos olhos e conjuntivite;
• Manchas brancas que aparecem dentro da bochecha;
• Mal-estar extremo.

Casos graves de sarampo podem ter complicações como pneumonia e encefalite e ainda consequências que afetam a pessoa para o resto da vida, como cegueira, perda auditiva e danos cerebrais permanentes.

Não existe tratamento antiviral específico contra o vírus do sarampo. O tratamento é sintomático e com antibióticos que podem ser prescritos pelo médico para tratar infecções nos olhos e ouvidos, bem como pneumonia.

Esquema Vacinal

É importante que a população procure sempre completar o esquema vacinal devidamente registrado em caderneta de vacinação.

– Crianças com idade entre um e seis anos de idade:
• uma dose de vacina SCR (tríplice viral) aos 12 meses de idade;
• uma dose de vacina SCR-Varicela aos 15 meses de idade.

– Crianças maiores de sete anos e indivíduos até 29 anos:
• devem ter duas doses de da vacina contra sarampo, caxumba e rubéola (SCR) recebidas a partir de um ano de idade.

– Adultos acima de 30 anos e os nascidos a partir de 1960:
• devem ter pelo menos uma dose da vacina SCR, a partir de um ano de idade, independente de história pregressa da doença.