Prefeitura implanta “Central de Acolhimento de Síndrome Gripal” no PS Adulto de Botucatu

A partir da próxima quarta-feira, 16, o Pronto Socorro Adulto de Botucatu receberá um reforço no atendimento. A Prefeitura de Botucatu criou na unidade uma Central de Acolhimento de Síndrome Gripal, que acrescentará três médicos e equipes de enfermagem para o atendimento exclusivo de casos suspeitos de Covid-19 nos horários de pico.

Essa Central atuará de segunda a sexta-feira, das 18 às 22 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 14 às 22 horas.

Uma estrutura temporária de aproximadamente 100 metros quadrados foi adicionada ao prédio do PSA, com o objetivo de que os pacientes com síndrome gripal possam aguardar atendimento em espaço mais amplo, com respeito aos protocolos sanitários.

“Entendemos que o PS Adulto precisa desse reforço, para que toda a população que necessitar seja atendida de forma ágil e segura. Dentro da própria estrutura, montamos 3 consultórios que atuarão única e exclusivamente para esses casos de síndrome gripal, que são a maior demanda neste momento, com três médicos a mais nos horários de pico, além dos 6 que já atuam nestes períodos. O atendimento para as demais urgências continua”, afirmou o Prefeito Mário Pardini.

Para a montagem da equipe que atuará nessa Central de Acolhimento, a Prefeitura remanejará temporariamente o atendimento noturno de 3 unidades de saúde que funcionavam como pronto atendimentos após às 18 horas: USF Jardim Iolanda, USF Jardim Aeroporto e Policlínica CS1, na Boa Vista.

A população desses bairros continuará contando com o serviço de pronto atendimento noturno nas unidades da Cohab 4 e Jardim Cristina, na região leste; Cecap, na região central; Vila dos Lavradores (Centro de Saúde Escola), na região norte; Cohab 1, na região Sul; Rubião Júnior, na região oeste; e no distrito de Vitoriana. A Farmácia Municipal Noturna permanecerá funcionando normalmente na Policlínica CS1, na Boa Vista.

“Esse atendimento está sendo remanejado temporariamente porque além da necessidade do PS Adulto, verificamos que essas unidades apresentavam baixa procura neste período de pandemia. Além disso, existe uma escassez de mão de obra na Cidade para novas contratações. Então vamos contar com o trabalho dessas equipes médicas e de enfermagem no atendimento desse fluxo maior do PSA até que toda a população esteja imunizada com a segunda dose da vacina”, finaliza André Spadaro, Secretário Municipal de Saúde.

O Pronto Socorro Adulto é gerido pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, através de um convênio com a Prefeitura.