Prefeitura de Botucatu abre sindicância para investigar morte de bebê de 4 meses

Saúde
Prefeitura de Botucatu abre sindicância para investigar morte de bebê de 4 meses 19 março 2022

A prefeitura de Botucatu (SP) abriu uma sindicância para investigar a morte de um bebê de 4 meses após atendimento no Pronto-Socorro (PS) Pediátrico que administrado por uma parceria entre o Hospital das Clínicas e a administração municipal. A morte ocorreu na última na quinta-feira (17).

Segundo o relato dos pais, a bebê foi atendida pelos médicos com falta de ar, na noite desta quarta-feira (16). Os médicos teriam feito alguns exames, incluindo um raio-X do pulmão, onde foi identificado uma mancha que seria devido a uma pneumonia.

Pela alta demanda do dia, os pais disseram que a criança foi liberada com a orientação de que se o quadro piorasse, voltassem a procurar por atendimento. Porém, na manhã do dia seguinte a bebê morreu.

A prefeitura informou que a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou os primeiros socorros às 10h no dia da morte e prestou esclarecimentos iniciais sobre o fato. O laudo necroscópico deverá ser emitido no início da próxima semana.

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) também informou que, na quarta-feira, dia em que a menina passou pelo atendimento médico, o PS infantil estava com alta demanda de pacientes e período de espera de até cinco horas.

Ainda segundo o HC, a criança deu entrada no PS às 19h09 e foi atendida às 20h53. Ela realizou um exame de imagem às 21h03 e passou por reavaliação médica às 21h42, tendo alta em seguida. O tempo total de atendimento foi de 2h32.

O HC disse que avaliações preliminares sugerem que a causa da morte não tem relação com a queixa inicial relatada na consulta, nem com o atendimento prestado no PS. Informou também que todas as informações necessárias estão sendo apuradas.

Fonte: portal G1

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento