Pesquisadoras da Unesp detalham achado da nova variante do coronavírus no interior de SP

Nesta semana, pesquisadores da Unesp receberam a confirmação da identificação de uma nova variante do Sars-CoV-2, vírus causador da Covid-19. O sequenciamento genético da nova variante, chamada de P.4, foi um trabalho conjunto de pesquisadores da Unesp dos câmpus de São José do Rio Preto, Araraquara e Botucatu.

O achado científico da Universidade, que havia sido noticiado pelo Jornal da Unesp no último dia 10, foi validado internacionalmente pelo sistema de classificação e registro de novas linhagens.

A Unesp possui 24 câmpus universitários, sendo 22 deles no interior de São Paulo. Em meio à pandemia, pesquisadores de diversos câmpus da Universidade trabalham em conjunto em algumas frentes para, entre outros objetivos, identificar novas variantes do novo coronavírus.

Este grupo de cientistas da Unesp que identificou a P.4 integra o projeto de pesquisa da rede Corona-Ômica, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). As cientistas Paula Rahal e Cintia Bittar, do câmpus de São José do Rio Preto, detalham o trabalho à TV Unesp.