Parcerias público privadas aumentam capacidade de testagem em massa em Botucatu

A Prefeitura de Botucatu recebeu nesta semana importante ajuda para aumentar a capacidade de testagem em massa da população com síndrome gripal, para coronavírus.

O Município, que já havia assinado um convênio com o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Unesp de Botucatu e com a Famesp, para a aquisição de 15 mil testes para pacientes do Município, terá ainda mais testes a disposição.

A Embraer e a Unesp firmaram parceria para viabilizar o processamento de 5 mil testes de diagnóstico da Covid-19. O objetivo da iniciativa voluntária é unir esforços para ajudar a acelerar o diagnóstico de pacientes com sintomas compatíveis com a doença, nesse momento de crise de saúde pública.

Conforme o protocolo das autoridades de saúde, o material coletado será enviado para o Hemocentro do HC, dedicado ao processamento da metodologia RT-PCR, exame considerado padrão-ouro para o diagnóstico do novo coronavírus.

Como condição, a empresa solicitou que uma reserva técnica de até 20% das análises seja dedicada, se necessário, aos colaboradores da empresa que apresentarem eventualmente um quadro clínico indicado para o teste, conforme o protocolo.

Outras empresas presentes em Botucatu também colaboraram com o poder público municipal. A empresa SBC, Serviço Brasileiro de Certificações, também doou 2,3 mil testes para gestão da Secretaria Municipal de Saúde, bem como a rede de supermercados Confiança, que doou 12 mil SWABs para a realização dos testes.

“Agradecemos esse gesto de solidariedade de importantes empresas da Cidade. Essa parceria público privada vai nos ajudar a continuar fazendo a testagem em massa e tendo maior noção da situação da doença em nossa Cidade, para rápidas e se necessários novas medidas de prevenção e combate ao coronavírus”, afirma o Secretário Municipal de Saúde, André Spadaro.