Nova Unidade Especial é anunciada pelo Superintendente do HCFMB

 

Na manhã de ontem, 14, o superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), Dr. André Balbi, anunciou uma nova Unidade Especial do HCFMB. Trata-se da Unidade de Tecidos Humanos, que engloba o Organização de Procura de Órgãos (OPO), sob a coordenação do Dr. Laércio Martins Stéfano; o Banco de Olhos, sob responsabilidade do Dr. Alvio Isao Shiguematsu e também o recém-inaugurado Biobanco, coordenado pelo Dr. Marcelo Moraes.

Quem assume a direção dessa nova unidade é o ex superintendente do HCFMB, Prof. Dr. Emílio Carlos Curcelli, que é ortopedista, especialista em cirurgia do pé e em tumores músculo – esqueléticos. “É com muita felicidade que aceito o convite para gerir essa Unidade pela qual, particularmente, tenho muita afeição. Certamente, conseguiremos grandes feitos, pois todos estamos engajados para isso”, comenta Curcelli.

Subordinada diretamente à Superintendência, a nova Unidade projeta angariar recursos externos com parcerias sólidas e constantes, além de integrar processos relacionados à pesquisa e a assistência.

Dr. André reforça a importância da nova Unidade: “Em virtude da situação econômico-financeira do país, precisamos procurar outras possibilidades de captação de recursos para mantermos um bom atendimento à população e melhorarmos a cada dia. Em um Hospital do porte do HCFMB temos que discutir alternativas constantemente e inovar para obtermos êxito. Indico tranquilamente essa missão ao Emílio, pois estou certo de seu resultado”, diz.

Responsável pelo Banco de Olhos, Dr. Alvio manifestou sua satisfação em contar com a nova forma de gestão: “Acredito que seja um importante passo rumo a maior profissionalização e otimização das atividades técnicas e de gestão em nosso Banco de Olhos”, afirma.

Para Dr. Laércio, coordenador da OPO, essa integração trará bons frutos aos serviços como um todo. “Considero a nomeação do Dr. Emílio de fundamental importância para o trabalho que será desenvolvido, devido ao seu know-how. A nova estrutura será um grande passo para todos os envolvidos. Estou certo de que teremos um grande desenvolvimento”, comenta.

Dr. Marcelo, responsável pelo Biobanco, diz acreditar que a gestão integrada e ordenada trará benefícios diretos aos pacientes e complementa: “Estamos entusiasmados com a nomeação do Dr. Emílio como diretor do Serviço de Unidades Especiais. Sua enorme experiência administrativa será fundamental para consolidação do recém-inaugurado Banco de Tumores do HCFMB”, completa.

Sobre os Serviços que compõem a Unidade Especial:

Biobanco – Inaugurado no dia 14 de dezembro de 2016, o Biobanco é um serviço de coleta e armazenamento de material molecular de tumores que são utilizados para fins de pesquisa.O grande diferencial do Biobanco do HCFMB é permitir estudos sobre o câncer em caráter molecular, possibilitando aperfeiçoamento diagnóstico, identificação de alvos moleculares para novas terapias dirigidas, criação de perfis prognósticos, entre outros.

Organização de Procura de Órgãos (OPO) e Banco de Olhos – Apesar do grande volume de cirurgias realizadas, a quantidade de pessoas à espera de um novo órgão ainda é grande. Ao todo, 41.236 pacientes estão cadastrados na lista SUS.

O rim é o órgão mais demandado: 25.077 esperam por um transplante renal. Em seguida, vêm as córneas (12.686) e o fígado (2.193). Para vencer a atual desproporção entre o volume de pacientes na lista e o número de transplantes realizados, a OPO intenta conscientizar a população sobre todas as etapas do procedimento, que começa com o diagnóstico de morte encefálica de um potencial doador e termina na recuperação do paciente que recebeu um novo órgão. Entre essas etapas, é preciso correr contra o tempo, levantar informações importantes sobre o histórico do doador e do paciente e, a etapa mais delicada, contar com a solidariedade de uma família que passa por um momento de dor.