Morcego com raiva é encontrado na Vila Maria em Botucatu

A Vigilância Ambiental em Saúde resgatou na última quarta-feira, dia 21, um morcego frugívoro na Vila Maria, região leste de Botucatu. O mamífero, encontrado pelos moradores, foi encaminhado para exame de diagnóstico de raiva e o resultado foi positivo.

Esse já é o terceiro caso de raiva em morcegos do ano e o segundo do mês de agosto, ambos da mesma espécie, o Artibeus lituratus. Na residência existem 3 cães e 8 gatos que tiveram um possível contato com o morcego encontrado.

Já iniciaram um esquema de pós exposição de risco, que corresponde a três doses de vacina antirrábica (0, 7 e 30). Os responsáveis pelos animais contactantes também assinaram um termo de responsabilidade, ou seja, se comprometem a mantê-los em observação por 180 dias.

Eles também devem comunicar a Vigilância Ambiental em Saúde caso os mesmos apresentem alterações de comportamento sugestivos para a raiva, como deixar de comer e beber, procurar lugares escuros, apresentar paralisia de membros ou tornar-se agressivo.

Vacinação

No dia 09 de setembro terá início a etapa urbana da vacinação de cães e gatos contra a raiva, portanto, é importante que os tutores levem seus animais para serem imunizados. Se tiverem contato com morcegos e/ou outros mamíferos infectados, estarão protegidos e não se tornarão uma fonte de infecção para o homem.

O Canil Municipal (38111515), localizado na Avenida Itália, s/n, Lavapés, é um posto permanente de vacinação antirrábica e atende de segunda a sexta-feira das 7h30 às 16h30. Lembre-se, o bem-estar do cão e do gato faz parte da promoção da saúde humana.

Sobre a raiva

A raiva é uma doença fatal que acomete todos os mamíferos, inclusive o homem. O vírus está presente na saliva do animal infectado. Dessa forma, sempre que houver um acidente como contato com morcego, mordida ou arranhadura causado por cão, gato ou outro mamífero, lave bem o local com água e sabão e procure imediatamente o serviço de saúde.

Recomendações

Não tente capturar os morcegos. Caso encontre um morcego caído ou pousado em local não habitual à espécie, importante isolar o animal, manter cães e gatos afastados e acionar a Vigilância Ambiental em Saúde (38135055).

A A VAS atende de segunda a sexta-feira das 7h às 17h. Após o horário comercial, finais de semana e feriados, o plantão será acionado através do 199 da Guarda Civil Municipal.

Sobre os morcegos frugívoros

Morcegos frugívoros se alimentam de frutos, são importantes dispersores de sementes, pois têm o trânsito intestinal rápido e defecam em pleno voo as sementes ingeridas que ao atingirem o solo germinam e recuperam, principalmente, áreas degradadas. Morcegos não hematófagos não são alvos de controle em saúde pública, são animais silvestres protegidos por legislação ambiental.