Moradores de Botucatu com sintomas gripais precisam autorizar o sequenciamento genético

Imagem: Wellington Alves/Acontece Botucatu 

Os moradores de Botucatu que apresentarem sintomas gripais devem assinar no ato da coleta do exame PCR, além do termo de isolamento, o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) – documento necessário em qualquer projeto de pesquisa envolvendo seres humanos – para autorizar o sequenciamento genético da amostra em caso de resultado positivo para a Covid-19.

O alerta foi feito pelo secretário municipal de Saúde, André Spadaro, durante o boletim diário da doença desta quarta-feira (19). De acordo com ele, muitas pessoas com sintomas gripais, por desconhecimento ou medo de exposição dos dados, estão deixando de assinar o documento. “Sem a colaboração de todos, sem essa autorização e assinatura do termo de consentimento, o estudo poderá ficar comprometido”, diz.

Spadaro ressalta que o sequenciamento genético de todos os casos positivos de Covid é um dos pontos mais importantes do estudo de efetividade da vacina da Oxford/AstraZeneca em relação às novas cepas do coronavírus. “Precisamos saber como se comporta a infecção para cada tipo de cepa identificada e saber qual a proteção que a vacina tem para cada tipo de vírus do coronavírus”, afirma o secretário de Saúde.

“Em resumo, a assinatura desse termo de consentimento significa que a pessoa que está colhendo o teste PCR, no caso de o teste ser positivo para Covid, autoriza a equipe do Laboratório de Biologia Molecular do HC a fazer o sequenciamento genético e descobrir qual o tipo de vírus, qual a cepa que contaminou aquela pessoa”. As pessoas com sintomas gripais devem acionar a Central Coronavírus pelo (14) 3811-1519.

O projeto de estudo da vacina produzida pelo laboratório AstraZeneca, Universidade de Oxford e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) foi elaborado por meio de parceria entre a Prefeitura de Botucatu, Ministério da Saúde, Unesp, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) e Fundação Gates. A pesquisa inclui, também, vacinação de toda a população adulta e testagem em massa.

No último domingo (16), de acordo com a prefeitura, 66.730 moradores de Botucatu foram imunizados. Nesta semana, 2.400 estudantes da Unesp da cidade estão recebendo doses da vacina. Neste sábado (22), outros 8.549 moradores do município que não conseguiram receber a primeira dose do imunizante no “Dia D” e preencheram um formulário online serão vacinados em dois pontos de imunização.

Fonte: JCNet