Minha Aventura no Hospital: o projeto que mudou a abordagem cirúrgica em crianças no Hospital Estadual de Botucatu

O cenário é um lugar onde uma criança coloca a imaginação no lugar do medo.  Onde pra ela, os sonhos podem ser reais, sim – afinal, o importante mesmo é sonhar. Um local onde ao entrar, ela não é só um pequeno paciente –  mas sim, o amor da vida de alguém.

Talvez você não tenha pensado que este local é um Hospital, muito menos um Centro Cirúrgico. E nem que pessoas que trabalham ali possam fazer uma criança se sentir desta forma antes de passar por uma cirurgia. Mas no Hospital Estadual Botucatu (HEBo), nada é impossível para uma equipe de profissionais que tem como a base do seu trabalho não só a humanização, mas o amor como um todo.

Todo processo de doença na criança gera ansiedade e apreensão nos pais, ainda mais quando há indicação de tratamento cirúrgico. Esta ansiedade é passada aos filhos, que chegam ao hospital amedrontados, tornando a entrada no centro cirúrgico muito traumática para a criança, pais, e para a equipe da saúde em geral.

Mas isso mudou há alguns meses no Hospital Estadual Botucatu (HEBo). Dra. Silke Weber, Diretora do HEBo, com apoio de uma equipe multiprofissional, idealizou o projeto “Minha Aventura no Hospital”, uma ação de humanização da cirurgia pediátrica, que reduz o medo e ansiedade não só das crianças, mas também de seus familiares antes da realização das cirurgias dos pequenos. “Sabemos que toda cirurgia gera preocupações e incertezas, principalmente a de uma criança. Assim, resolvemos fazer com que a cirurgia, na mente da criança, se transforme em uma grande viagem”, explica.

A viagem começa logo na preparação da criança. Antes de chegar ao Centro Cirúrgico, o zelo da equipe tira qualquer medo ou dúvida do pequeno ou pequena paciente. São duas opções: uma viagem ao espaço, onde astronautas estarão prontos para oferecer todo cuidado que ele precisa, ou à floresta encantada, onde as fadas serão responsáveis por todo o seu tratamento.

E era uma vez um Centro Cirúrgico. Transformado em Planetário ou em Floresta Encantada, os pequenos interagem com o anestesista astronauta ou com as fadas da floresta, e podem sonhar e dar asas a sua imaginação na própria maca, enquanto passam pela cirurgia.

A ideia do projeto é melhorar o atendimento à criança, facilitar sua entrada no Centro Cirúrgico reduzir os mais diversos sentimentos, como medo, angústia, insegurança; entre tantos outros, aparentemente comuns em crianças que precisam de um tratamento ou de uma cirurgia, por mais simples que ela seja.

Segundo Silke, o projeto foi iniciado no mês de junho, mas devido à pandemia do COVID-19, teve sua rotina reduzida. “Há uma boa interação entre os anestesistas, a equipe cirúrgica e a equipe de enfermagem, e todos participam ativamente na criação da fantasia. A maioria das crianças já entra na sala conversando com a fada, falando palavras mágicas para a porta da floresta se abrir, segurando a máscara para poder voar, ou então procurando o seu planeta destino na sala entre a decoração. As mães ou acompanhantes neste cenário de brincadeira transmitem menor angústia e estresse para a criança, criando um ambiente mais tranquilo”, diz.

O projeto recebeu apoio dos grupos Bilabiloca, Voluntariando por aí, Café na Mesa Nova e da Academia de Natação “Raia 4”.

A implantação das práticas de humanização têm sido frequente na gestão atual do HCFMB. “Projetos e iniciativas espontâneas, dedicação e apoio voluntário são fundamentais para o crescimento da assistência do Complexo HCFMB, e tem todo o apoio da Superintendência.  O sentimento é um só: orgulho por ter pessoas tão comprometidas ao nosso lado”, disse o Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi.

No final, astronautas e fadas, de capacete ou bastão mágico, aguardam do lado de fora os pequenos pacientes que talvez ainda não saibam, mas viveram uma grande aventura em sua vida. (Texto e foto Vivian Abílio – HCFMB)

Equipe do projeto “Minha Aventura no Hospital”

Rafaela Prata

Gabriel Ferreira

Marla Avila

Andrezza B. Castro

Silke Weber

Confira o vídeo da ação!