Mais de 450 pessoas passam por exames em campanha para diagnosticar câncer de pele

 

No dia 2 de dezembro, a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), por meio de seu Departamento de Dermatologia e Radioterapia, e o Serviço de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) realizaram a campanha anual de orientação e prevenção do câncer da pele. A ação foi desenvolvida no Centro de Saúde Escola (CSE) da Vila dos Lavradores.

Durante a iniciativa, foram realizados esclarecimentos sobre os fatores de risco da doença e exames de manchas suspeitas na pele dos presentes. “Neste ano foram 466 consultas feitas pelos especialistas das Instituições (FMB e HCFMB), que resultaram em 54 diagnósticos de carcinoma basocelular, sete de carcinoma espinocelular e um caso de melanoma. Tais casos serão agendados para cirurgia no início de 2018, exceto os de melanoma e espinocelular que serão agendados ainda para o mês de dezembro”, explica o professor Silvio Alencar Marques, docente do Departamento de Dermatologia e Radioterapia da FMB.

Como prevenir o câncer da pele?

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), alguns cuidados simples ajudam na precaução do câncer da pele.

Veja as sugestões:

Usar chapéus, camisetas e protetores solares.

Evitar a exposição solar e permanecer na sombra entre 10 e 16 horas (horário de verão).

Na praia ou na piscina, usar barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta.

Usar filtros solares diariamente, e não somente em horários de lazer ou diversão. Utilizar um produto que proteja contra radiação UVA e UVB e tenha um fator de proteção solar (FPS) 30, no mínimo. Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre.

Observar regularmente a própria pele, à procura de pintas ou manchas suspeitas.

Consultar um dermatologista uma vez ao ano, no mínimo, para um exame completo.

Manter bebês e crianças protegidos do sol. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.