Levantamento mostra queda acentuada nas mortes por Covid após ações de vacinação em massa em Botucatu

Saúde
Levantamento mostra queda acentuada nas mortes por Covid após ações de vacinação em massa em Botucatu 09 fevereiro 2022
Foto Acontece Botucatu

Um levantamento divulgado pela Prefeitura de Botucatu mostra a queda acentuada nas mortes por Covid-19 após ações para vacinação em massa das três doses no município. A cidade passou por uma pesquisa sobre a eficácia da vacina Oxford/AstraZeneca, promovendo a vacinação em massa da população.

No gráfico divulgado nesta terça-feira (8) é possível perceber a taxa de mortalidade por 100 mil habitantes relacionada com a aplicação das doses da vacina nos três anos de pandemia, sendo que 2021 está dividido nas fases das ações de vacinação, indicadas pelo quadro em vermelho.

Em 2020, primeira barra em amarelo da esquerda para a direita, foram registrados 39,2 óbitos por 100 mil habitantes. No período seguinte, de janeiro de 2021 a 16 de maio do mesmo ano, foram registrados 100 óbitos por 100 mil habitantes, maior número em toda a pandemia.

Do dia 17 de maio de 2021 a 8 de agosto do mesmo ano, já com a primeira ação de vacinação com a primeira dose em massa no município a partir do estudo de efetividade da Oxford/AstraZeneca, a taxa de mortalidade caiu para 53,3.

Após a segunda vacinação em massa com a segunda dose, do dia 8 de agosto de 2021 até o dia 12 de dezembro de 2021, a mortalidade caiu de forma expressiva com registro de 24,3 óbitos por 100 mil habitantes, demonstrado na quarta barra amarela da esquerda para a direita.

Já no curto período final de 2021, de 12 de dezembro a 31 de dezembro, que se seguiu após a aplicação em massa da dose de reforço feita no dia 12 de dezembro, Botucatu não registrou óbitos por coronavírus.

No dia 19 de dezembro de 2021 foi identificada a primeira amostra da variante ômicron, apontado pelo quadro em verde. Pela elevada capacidade de transmissibilidade desta variante, os casos confirmados da doença cresceram ainda em dezembro de 2021 e, de forma acelerada, em janeiro de 2022.

Apesar dos mais de 11 mil casos confirmados apenas em 2022, a taxa de mortalidade é de 4,7 óbitos por 100 mil habitantes, o menor nível já registrado durante a pandemia, como é possível observar na última barra amarela do gráfico.

Pela aplicação da dose de reforço em massa, Botucatu se consagra como a cidade mais vacinada com essa dose no estado de SP, com 79,42%. Segundo o Vacinômetro do estado de SP, a cidade já tem mais de 91,5% da população com esquema vacinal completo (1ª e 2ª dose).

Fonte: Portal G1

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento