Hospital Estadual em Botucatu terá repasse de R$ 6,6 milhões nos próximos três meses

O Hospital Estadual de Botucatu, que passa por instabilidades desde o ano passado, terá um importante repasse para a continuidade do atendimento durante a pandemia, momento em que o equipamento tenta desafogar a demanda no Hospital das Clínicas.

Haverá o repasse imediato de uma verba aproximada de R$ 6,6 milhões. O fato foi praticamente selado durante uma reunião privada entre o Prefeito de Botucatu Mário Pardini, o Vice-Governador Rodrigo Garcia, o Deputado Federal Samuel Moreira e o Superintendente do Hospital das Clínicas, André Balbi, que apresentou a proposta de financiamento.

Durante entrevista ao Acontece Botucatu, Samuel Moreira revelou o teor da reunião. Ele citou a necessidade urgente desse financiamento ao Hospital Estadual.

“Estamos garantindo esse aporte de R$ 2,2 milhões por mês, por aproximadamente três meses. Justamente para suportar esse momento de combate ao coronavírus. E vamos rediscutir uma nova realidade que devemos ter a partir desses meses. Então foi muito bem-sucedida a reunião, o Vice-Governador Rodrigo Garcia foi muito pronto, atuou imediatamente e com a presença do Pardini foi tudo muito bem encaminhado”, explicou o Parlamentar.

Samuel Moreira: “Estamos garantindo esse aporte de R$ 2,2 milhões por mês, por aproximadamente três meses”

Samuel Moreira confirmou que o repasse será imediato. “Sim, repasse será feito agora e vai garantir pelos próximos três meses até uma próxima avaliação. Nos esperamos que a pandemia em três meses esteja em um estágio diferente e a gente possa ter uma nova realidade”, completou.

O Hospital Estadual, após reaberto em março, assumiu o papel de atender pacientes “não Covid”. Abriu-se desde então a possibilidade da acomodação de um maior número de pacientes com Covid-19 no Hospital das Clínicas, hoje com lotação máxima.

Veja também:

Em Botucatu, Vice-Governador e Deputado Federal confirmam tratativas para recriação da Regional de Saúde