Hemocentro do HCFMB passa a contar com doação autóloga de sangue

 

Dr. Thiago acredita que os benefícios da doação autóloga são inúmeros

Os pacientes que têm cirurgias eletivas (que não são de urgência e/ou emergência) no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) podem doar sangue a eles mesmos. Esse procedimento é chamado de doação autóloga de sangue, e passou a ser indicado pelas especialidades cirúrgicas do HCFMB recentemente.

Segundo o diretor médico do Hemocentro do HCFMB Dr. Thiago Herbst, essa doação consiste em coletar o sangue do paciente que será operado, antes de uma cirurgia. “Com a doação autóloga, o paciente receberá seu próprio sangue, se necessário. Com isso, teremos mais segurança no caso de transfusão de sangue”, explica.

O procedimento é como uma doação de sangue normal. A diferença é que as bolsas de sangue coletadas ficam reservadas à pessoa que doou. “Se o uso for necessário durante ou após o procedimento cirúrgico, a bolsa doada é utilizada. Se for usada e houver condições favoráveis, ela é liberada para reforçar nossos estoques, podendo ser usada por outro paciente”, afirma Herbst.

A doação autóloga de sangue deve ser sugerida pelo cirurgião responsável. No entanto, há cirurgias de baixo risco de sangramento, onde a doação não é necessária. De qualquer forma, o paciente também pode sugerir ao seu médico a doação, e ele analisará a viabilidade do processo.

Alguns pré-requisitos são necessários para a doação autóloga de sangue, como: ser maior de 18 anos (maior de 16, apenas com autorização dos pais), pesar acima de 50kg, não ter condição clínica grave que coloque em risco sua saúde pela doação e o nível de hemoglobina (glóbulos vermelhos do sangue) normal. Pacientes com sorologia positiva (HIV, por exemplo) serão barrados automaticamente por questões lógicas internas, assim como pacientes que farão cirurgias de baixo risco, que raramente necessitam de transfusão sanguínea.

Cumprindo todos os pré-requisitos, o paciente é encaminhado pelo cirurgião ao agendamento no ambulatório, que funcionará todas as quartas-feiras, e passará pela avaliação da equipe do Hemocentro para se adequar ao protocolo e programar o número de doações.

Dr. Thiago acredita que os benefícios dessa ação são inúmeros. “Além de ter sua cirurgia garantida no que diz respeito ao suporte transfusional, não há mais nada garantido e seguro para um paciente do que seu próprio sangue. Além disso, também reforçamos nosso estoque no Hemocentro para condições clínicas e cirurgias de urgência. Todos saem ganhando”, finaliza.

Para mais informações, o telefone do Hemocentro é (14) 3811-6041.

 

Assessoria de Imprensa do HCFMB