HC de Botucatu tem 215 servidores afastados com síndrome gripal, diz superintendência

Saúde
HC de Botucatu tem 215 servidores afastados com síndrome gripal, diz superintendência 26 janeiro 2022

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu emitiu nesta quarta-feira, dia 26, mais uma nota para esclarecer o delicado momento, em especial o atendimento Covid na autarquia. O Hospital citou o número de servidores afastados por síndrome gripal, espaço para isolamento e medidas que estão sendo tomadas.

Segundo a nota, todos os dias uma comissão especial implanta medidas para garantir a assistência não só ao município de Botucatu, mas em 68 municípios que o HCFMB atende, com abrangência de cerca de dois milhões de pessoas.

“Com o avanço da variante Ômicron e a redução das medidas essenciais de prevenção, o HCFMB atua com uma alta demanda de atendimento de pacientes com sintomas respiratórios, além de outras causas. Alguns pacientes que necessitam de internação por outras patologias acabam testando positivo para coronavírus no rastreamento interno”, diz trecho de nota.

Isolamento de pacientes

Com a necessidade de isolamentos, há uma redução considerável do número de leitos, segundo o HCFMB. Quando o paciente precisa de isolamento, quartos com leitos coletivos passam a contar com apenas um leito, já que os outros leitos deste mesmo quarto não podem ser ocupados.

Alto número de funcionários afastados

Atualmente, o HCFMB conta com 215 profissionais cumprindo isolamento por síndrome gripal. Destes, 115 são servidores assistenciais, de acordo com a autarquia. O cenário de déficit de pessoal acumulado desde antes da pandemia impacta na assistência ao paciente e sobrecarrega a equipe de cada área, que acaba trabalhando com um número menor de funcionários.

Abaixo, infográfico explicativo e tabela com números de pacientes que ocupam leitos de isolamento neste momento, conforme o HCFMB.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento