HC de Botucatu promove campanha para doação de leite humano após queda no estoque

A doação pode ser feita por lactantes que estejam em bom estado de saúde e que não sejam fumantes, usuárias de drogas ou façam uso excessivo de álcool.

O Banco de Leite Humano do Hospital de Clínicas de Botucatu (SP) está com o estoque baixo devido a pandemia de coronavírus e tem operado com metade de sua capacidade.

Por isso, o hospital reforça a necessidade de doação, que pode ser feita por lactantes que estejam em bom estado de saúde e que não sejam fumantes, usuárias de drogas ou façam uso excessivo de álcool.

“Sabemos que com todo isolamento social as pessoas tem medo do contato. Mas reforçamos que estamos precisando de doadoras pois o prematuros continuam nascendo. Temos todo cuidado na captação de leite e vamos até a mãe para captá-lo”, explica a coordenadora do banco de leite Saskia Fekete.

Ela ainda ressalta que o leite materno não transmite o vírus. “O aleitamento não é contraindicado mesmo em mães com Covid-19, pois o leite não transfere o vírus para o bebê. Mesmo assim é muito necessário que mães mantenham higiene para amamentar a criança”, explica Saskia.

O leite humano é essencial nos primeiros meses de vida da criança, assegurando o bom desenvolvimento e crescimento. Porém, alguns bebês são alérgicos a fórmulas industrializadas, por isso a necessidade de doação.

As mulheres que desejarem doar recebem um kit do hospital com máscara, touca, vidro esterilizado e folheto com todas as explicações. O telefone para mais informações sobre onde e como doar é (14) 99799-8289.

Por G1 Bauru e Marília