HC de Botucatu chega novamente a 100% de ocupação em leitos UTI/Covid

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) atualizou nesta quarta-feira, 20, suas principais informações referentes à COVID-19.

A taxa de ocupação de leitos UTI/Covid novamente chegou a 100% de ocupação de leitos UTI/Covid, segundo boletim. São 30 leitos ocupados, sendo que até ontem a taxa era de 97%.

Na rede particular a situação também é preocupante. A Unimed Botucatu apresentava até o último boletim a capacidade de 80% de ocupação.

Medidas de urgência

Após atingir 100% de ocupação dos leitos UTI/Covid pela primeira vez no último fim de semana, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu adotou uma série de medidas para amenizar a situação. Entre elas, está a criação de uma Unidade de Cuidados Intermediários para COVID-19.

A ação será feita utilizando leitos das enfermarias do HCFMB. No local serão internados pacientes que precisam de cuidados específicos e que que aguardam leito de UTI.

Além disso, foi determinada a reabertura imediata do Hospital Estadual Botucatu (HEBo), onde serão atendidos pacientes portadores de outras patologias (covid negativos). Essas medidas visam facilitar o fluxo de pacientes da UTI COVID do HCFMB, gerando uma maior rotatividade de vagas.

Cooperação Prefeitura/Unimed

A Prefeitura de Botucatu tem desde maio de 202o um termo de cooperação com a Unimed Botucatu para a contratação de 150 diárias de UTI e 150 diárias de enfermaria mensais para tratamento exclusivo de pacientes com coronavírus em caso de indisponibilidade de leitos no HC. A ação é destinada para moradores de Botucatu.

Os munícipes de Botucatu poderão ser atendidos pela rede privada. Considerando o tempo médio de ocupação de leitos dos casos mais graves de coronavírus, que é de 2 semanas, essa ação aumenta a capacidade do atendimento em até 10 pacientes graves por mês.