HC de Botucatu chega a 200 pacientes curados da covid-19


Desde o início da pandemia, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) foi reconhecido pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES) como hospital referência no tratamento de casos graves de COVID-19.

O primeiro paciente com diagnóstico confirmado foi internado no dia 26 de março. E desde então, o HCFMB atendeu inúmeros pacientes, cada um com a sua história, mas com um único propósito: vencer a COVID-19. E nesta quinta-feira, 10, o hospital registrou a marca de 200 altas de pacientes recuperados. São 200 vidas salvas, que acreditaram e voltaram para as suas famílias.

Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi, acredita que este número de altas é resultado de um trabalho contínuo, multidisciplinar e fundamental para conter a epidemia. “Todos os nossos esforços foram e ainda estão voltados à proteção e cuidado dos nossos pacientes. Cada alta é uma vitória, não só para os pacientes, mas para toda a equipe HC”.

Murilo di Nardo, 44, foi o paciente número 200 a ter alta da Enfermaria de COVID-19 do HC

Murilo di Nardo, 44, foi o paciente número 200 a ter alta da Enfermaria de COVID-19 do HC. Após os primeiros sintomas, a doença se agravou ao longo dos dias. “A tosse não parava, a febre aumentava e comecei a sentir a falta de ar. Pela primeira vez, tive medo de morrer”, diz.

Durante a internação, Murilo afirma que com apoio da esposa, dos amigos, dos médicos e de toda equipe da Enfermaria de COVID-19 do HCFMB, conseguiu encarar a doença e o mais importante: vencê-la. “O amor, o carinho e a dedicação dos profissionais e de todas as pessoas que torceram por mim foi fundamental para que eu me recuperasse. Tão importante quanto o tratamento, foi o apoio psicológico e as palavras de incentivo que recebi. Minha gratidão eterna à equipe do HCFMB e a todos que estiveram comigo para que eu pudesse vencer esta etapa”.

“No nosso hospital, todos trabalham diariamente pela melhoria da assistência ao paciente, que é o nosso maior objetivo. Este número de recuperados tão significativo nos mostra que, no nosso HC, independentemente da doença tratada e de todas as medidas de proteção e isolamento necessárias, somos pessoas cuidando de pessoas”, afirma a Diretora de Assistência do HCFMB, Dra. Erika Ortolan.

Murilo deixa uma mensagem de conscientização neste tempo incerto de pandemia. “Não deixem de se cuidar. A prevenção e o cuidado ao próximo são fundamentais. Dedique apoio, carinho e atenção a quem estiver nessa condição. Isto significa muito no processo de cura”.

Diretor de Apoio à Assistência e responsável pela divulgação dos números diários do HCFMB na pandemia, Dr. Cláudio Miranda destaca o protagonismo regional que o HC desempenha na assistência à saúde da população.

“Somos uma das unidades vinculadas ao Governo do Estado que mais se dispôs a abrir novos leitos para tratamento da COVID-19. Mantivemos a assistência nos casos que envolvem tratamento contínuo, como os oncológicos, e mesmo assim conseguimos atingir esta impressionante marca de 200 altas hospitalares de pacientes COVID positivos. Com certeza, devemos essa marca aos nossos servidores, que se dedicam diária e incansavelmente a cuidar de nossa população. Nosso sentimento neste momento é de orgulho e dever cumprido”, finaliza.

Assessoria HCFMB