Governo recomenda vacinação contra sarampo a bebês em todo o Estado

A Secretaria de Estado da Saúde orienta os pais e responsáveis para vacinar contra o sarampo as crianças de seis meses a menores de 1 ano que residem nas 645 cidades paulistas.

A estratégia foi definida com o Ministério da Saúde, visando a prevenção do público infantil, considerando a vulnerabilidade de casos graves e óbitos nessa faixa etária, que representa cerca de 13% do total de casos registrados em São Paulo. A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba.

A aplicação da chamada “dose zero” visa proteger as crianças e não será contabilizada no calendário nacional de vacinação da criança, ou seja, os pais ou responsáveis também deverão levar as crianças aos postos para receber a tríplice viral aos 12 meses e também aos 15 meses para aplicação do reforço com a tetraviral, que protege também contra varicela.

Após a aplicação da “dose zero”, é preciso aguardar pelo menos 30 dias para aplicação da tríplice aos 12 meses, como prevê o calendário. “Trata-se de uma medida preventiva para proteger os bebês e consequentemente suas famílias. A vacina é segura e eficaz”, explica a diretora de Imunização da Secretaria, Helena Sato.

Informações do Governo de SP