Estudo analisa fungo que afeta trabalhadores rurais

Saúde
Estudo analisa fungo que afeta trabalhadores rurais 20 janeiro 2012

Uma tese de doutorado da biomédica Michele Janegitz Acorci Valerio, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), recebeu menção honrosa no prêmio Capes de Tese 2010. Essa é a segunda premiação consecutiva, vinculada ao programa e dentro da mesma linha de pesquisa. O reconhecimento foi divulgado dia 15 de dezembro, em Brasília (DF). A ação é promovida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O estudo, que contou com orientação da professora Angela Maria Victoriano de Campos Soares, analisa a interação dos neutrófilos (células do sistema imune) com o Paracoccidioides brasiliensis (Pb 18) – fungo causador da paracoccidioidomicose, que se manifesta na maioria os países da América latina e afeta principalmente trabalhadores rurais, que estão constantemente em contato com a vegetação e solo. A região de Botucatu considerada uma área endêmica para essa doença.

Sua forma aguda é habitualmente grave, de evolução rápida e compromete o baço, fígado, linfonodo – parte do sistema linfático – e medula óssea. A forma crônica tem duração prolongada, instalação lenta e gradual e as lesões permanecem localizadas ou envolvem mais de um órgão ou sistema. Trata-se de uma doença grave, que pode matar se não tratada.

A proposta da tese defendida por Michele foi mostrar de que forma os neutrófilos – as primeiras células a entrarem em contato com o fungo causador da paracoccidioidomicose – respondem ? ação desse invasor. Outro objetivo é entender como acontece a infecção pelo fungo e quais mecanismos imunológicos ocorrem no início desse processo. Os resultados obtidos contribuem para o melhor entendimento da interação desse fungo com o sistema imunológico humano.

Fotos: Divulgação

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
FREIRE MOTOS
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO