Em Botucatu, Ministro da Saúde anuncia aumento de verbas para o HC

Fotos Acontece Botucatu 

Ricardo Barros: “Entendemos que esse valor é o adequado para o momento”

O Ministro da Saúde Ricardo Barros está na manhã deste sábado, dia 16, em Botucatu, mais precisamente no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina. O jato que trouxe o Ministro pousou por volta das 7h30 no aeroporto de São Manuel, onde se reuniu com autoridades do município.

Após visitar equipamentos na cidade vizinha, Ricardo Barros se dirigiu ao HC, onde se reuniu com diretores do Hospital, Faculdade, Famesp, entre outros. A agenda ministerial é intensa e ele percorrerá outras cidades da região ainda hoje. Ricardo Barros foi recebido pelo Deputado Federal Milton Monti (PR).

Foi anunciado e assinado um acréscimo no valor do SUS para o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. Em um primeiro o repasse será de mais R$ 6 milhões por ano no teto SUS durante os próximos anos para o Hospital, ou seja, R$ 500 mil por mês a mais. A pedida inicial era de R$ 12 milhões.

“Estamos aqui atendendo uma demanda do Deputado Milton Monti. Faz parte do nosso contexto, fizemos R$4,5 bilhões de aporte nessa gestão e que nos permite atender essas demandas. Estamos fazendo ajustes dentro da nossa capacidade, um ajuste que nós entendemos que é adequado para o momento. Evidentemente para Saúde não há limites e o quanto nós pudermos investir, vamos investir. Mas esse repasse inicial já é um grande avanço no atendimento de Botucatu e região”, disse ao Acontece Botucatu o Ministro.

Aporte vai representar mais de R$ 30 milhões nos próximos 5 anos

Ricardo Barros fez uma explanação de sua gestão frente ao Ministério da Saúde. Após, houve a assinatura da portaria que aumenta o repasse no teto do SUS. O ato contou com a presença do Deputado Federal Milton Monti; do Prefeito Mário Pardini; do Secretário Municipal de Saúde, Dr. André Spadaro; Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi; Diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), Dr. Pasqual Barretti; Presidente da Fundação para o Desenvolvimento Médico Hospitalar (Famesp), Dr. Antônio Rugolo Junior.

“É uma atitude que o ministério não está tendo. Esse é um recurso perene, diferente de você precisar da compra de um equipamento de forma pontual, por exemplo. A implantação do novo teto significa que isso será para sempre e isso é importante para a estabilidade do Hospital. Esse não é um recurso extraordinário. Então temos que agradecer o ministro e o Presidente Michel Temer, que nos ajudou nesse pleito”, colocou Milton Monti.

Ao longo dos próximos 5 anos, o aumento do repasse vai ultrapassar os R$ 30 milhões. Mas esse valor poderá maior, caso haja aumento da demanda no atendimento da região.

“Esse valor já é importante e desafoga, mas lá pelo meio do ano, dentro das possibilidades, vamos conversar para quem sabe conquistar mais alguma coisa”, finalizou Milton Monti.

Salão Nobre recebeu Prefeitos e Secretários de várias cidades atendidas pelo HC

O Salão Nobre da FMB estava lotado. Prefeitos e Secretários de toda a região estavam presentes. Um grupo de manifestantes esteve presente na parte de fora para protestar por melhores condições e o atraso no pagamento do 13.º salário.

“A nossa parceria com o deputado Milton Monti, com a Prefeitura e com o Ministério da Saúde nos mostra que, a partir de hoje, temos um HCFMB mais forte. Esse aumento é de suma importância para o destino e avanço do Hospital, que visa à humanização e prioriza o bom atendimento ao paciente. Muito obrigado”, expressou o Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi.

Pedido ao Presidente da República

O pedido foi feito em 27 de setembro por uma comissão botucatuense durante audiência com o Presidente Michel Temer. Na oportunidade estiveram no Palácio do Planalto, em Brasília, o Deputado Milton Monti; o Superintendente do HC, Dr. André Balbi; o diretor da Faculdade de Medicina, Dr. Paschoal Barreti e Rubens de Almeida, o Alemão, representando a Famesp.

Encontro em setembro: Michel Temer com André Balbi, Paschoal Barreti, Rubens de Almeida e Milton Monti

Em um primeiro momento Michel Temer sinalizou positivamente com o pedido e iria oficializar o mais rapidamente possível, o que foi concretizado neste sábado durante encontro em Botucatu. O pedido também tinha sido feito no dia 17 de agosto deste ano, quando Milton Monti se reuniu com o Ministro da Saúde Ricardo Barros, encontro que também contou com os representantes do HC, FMB e Famesp.

Segundo informações de bastidores ao Acontece Botucatu, o bom relacionamento que Parlamentar tem com o Presidente e Ministro foi decisivo. No papel o aumento irá significar mais R$ 6 milhões por ano durante os próximos anos, continuamente, para garantir a ampliação do atendimento à população da região.