Dor na lombar na gravidez? Médico especialista em dor fala sobre o problema!

Saúde
Dor na lombar na gravidez? Médico especialista em dor fala sobre o problema! 13 julho 2021

As dores lombares na gravidez são sintomas muito comuns à medida que a gestação avança. Ao menos 60 % das grávidas terão algum tipo de dor na coluna, principalmente na região lombar (lombalgia). A condição costuma se manifestar na segunda metade da gravidez e as dores podem ocorrer durante suas atividades cotidianas ou mesmo nos momentos de repouso e sono.

De acordo com o Dr.  Marcus Yu Bin Pai, especialista em Dor, Acupuntura e Fisiatria pela USP, as dores lombares na gravidez geralmente acontecem por causa das transformações naturais no corpo da mulher durante este período. “Conforme o útero aumenta de tamanho, há um esticamento e enfraquecimento dos músculos do abdome. Além disso, o crescimento da barriga acaba alterando o centro de gravidade do corpo modificando a postura da gestante e isso aumentando a pressão exercida na coluna, causando as dores lombares na gravidez”, explica o médico.

Existe também a possibilidade de que a mulher sinta dores pélvicas nas últimas semanas da gravidez, pois o cóccix fica naturalmente mais elástico à medida que o bebê se posiciona com a cabeça para baixo para o parto.

Ainda assim, o especialista alerta: “Apesar de as lombalgias serem muito comuns e recorrentes nas gestantes, as dores lombares na gravidez não precisam ser normalizadas. Atualmente, há uma série de medidas, tratamentos e terapias que podem aliviar as tensões e dores sem trazer prejuízos à gestante e nem ao bebê, evitando esse incômodo em um momento tão importante da vida das mulheres”.

Como evitar o surgimento das dores lombares na gravidez?

Segundo o Dr. Pai, algumas mudanças de hábitos e uma rotina mais saudável ajudam as grávidas a evitar o surgimento ou agravamento da lombalgia, lembrando que as pacientes que já possuem um histórico de dores na coluna devem redobrar a atenção durante a gestação.

Algumas condições que podem aumentar o risco de dores lombares na gravidez são:

– Sedentarismo (prévio e durante a gravidez);

– Fraqueza dos músculos das costas e do abdome;

– Gravidez de gêmeos;

– Obesidade;

– Repouso excessivo;

– Postura inadequada;

– Movimentos extremos e de alto impacto;

– Sentar-se com as pernas cruzadas por longos períodos e/ou apoiar o peso do corpo em apenas uma das pernas (o que causa o alongamento excessivo na região pélvica).

Como tratar e amenizar as dores lombares na gravidez?

Todo e qualquer tratamento, atividade física e terapia deve ser liberada e prescrita somente por um médico durante a gestação. É fundamental alertar ao profissional se sentir dores lombares, dor ciática, pontadas, dormências e formigamentos, inclusive nas nádegas e pernas.

Após a liberação de um especialista, é possível adotar programas de exercícios e tratamentos clínicos ou complementares para aliviar as dores lombares na gravidez e melhorar a qualidade de vida durante este período:

– Exercícios capazes de fortalecer a musculatura abdominal e lombar, como alongamentos supervisionados, yoga, natação para gestantes, hidroginástica pré-natal e até mesmo caminhadas;

– Massagem profissional nas vértebras para aliviar contraturas musculares e tensões;

– Acupuntura para gestantes, aplicada de forma segura, para efeito relaxante e analgésico.

– Correção postural para auxiliar o equilíbrio e diminuir a pressão sobre a coluna e para a realização de movimentos cotidianos;

– Aplicação de compressas, quentes ou frias, de acordo com a prescrição recomenda;

– Administração de analgésicos prescritos para cada caso.

“A maioria dos casos de dores lombares na gravidez costuma cessar naturalmente no período pós-parto. Mas, ainda assim, é importante estar atento aos sinais do seu corpo e continuar realizando seu acompanhamento médico completo após o nascimento do bebê”, reforça o Dr. Pai.

Cuide-se.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
FREIRE MOTOS
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO