Dia Mundial da Doação de Leite Humano: gotas de amor por um mundo melhor

Saúde
Dia Mundial da Doação de Leite Humano: gotas de amor por um mundo melhor 19 maio 2022

Até o mês de maio, 70 doadoras contribuíram para o atendimento de 270 bebês internados na Unidade Neonatal do HCFMB

Desde 2015, o significado, no Brasil, do dia 19 de maio tornou-se maior do que apenas uma data no calendário: transformou-se em uma forma de promoção da vida e de agradecimento pelo exercício do simples, mas expressivo gesto de doação. Estas definições explicam a importância do Dia Mundial da Doação de Leite Humano na sociedade e, principalmente, para os primeiros momentos de muitas vidas.

Há mais de 20 anos, o Banco de Leite Humano (BLH) “Marineuza Nunes de Souza” do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), pertencente hoje à Gerência Técnica de Nutrição e Dietética, atua para que os pequenos prematuros que estão internados na UTI Neonatal do Hospital tenham uma melhor qualidade de vida, além de incentivar a amamentação exclusiva para todos os pacientes nascidos no Complexo HC.

A médica do BLH, Dr.ª Simone Manso de Carvalho Pelícia, reforça a importância deste ato de amor, em forma de doação, para o crescimento e desenvolvimento das crianças. “Alguns bebês nascem antes do tempo por complicações na gestação de suas mães e, por isso, precisam iniciar a sua alimentação com o leite materno. Mas, algumas vezes, as mães não conseguem fornecer esse alimento logo após o nascimento e é nesse momento que a presença do Banco de Leite é fundamental, porque consegue arrecadar esta nutrição adequada, que é captada e preparada para ser fornecida a quem mais precisa”.

Como estão as doações de leite humano neste primeiro semestre?

Responsável técnica do BLH do HCFMB, a nutricionista Angélica Almeida aponta que, desde o início de 2022, houve uma redução na quantidade de doações de leite, mas isso ainda não afetou o atendimento aos bebês. “Com a flexibilização da pandemia, as mães voltaram a trabalhar ou ficaram menos em casa e, com isso, as doações diminuíram. Ainda assim, conseguimos suprir a demanda da UTI Neonatal, pois o leite, depois de pasteurizado, tem uma validade de seis meses”.

Dados do BLH apontam que, desde janeiro, houve a coleta, em média, de 25 litros por mês, 58% abaixo do ideal (60 litros). Até o mês de maio, 70 doadoras contribuíram para o atendimento de 270 bebês internados na Unidade Neonatal. “Agradeço muito a todas as doadoras, por investirem o seu tempo na salvação de vidas”, enfatiza Angélica.

Agradecimentos a parceiros

Na última quinta-feira, 12, a Casa da Amizade Rotary Club Botucatu Bons Ares fez a doação de 30 lembrancinhas para as doadoras do BLH do HCFMB. Além da responsável técnica do BLH do HCFMB, as representantes do Rotary Club Desirrê Franco, Michiko Sakate e Rosa Maria Bruno Felippe estiveram presentes na entrega das lembranças, que foram distribuídas às doadoras nesta semana, durante visita domiciliar realizada pelo BLH.

Além do Rotary Club, as empresas Botucatu Garden e Gold Silver colaboram para a expressão de gratidão pela atitude de amor e de solidariedade das doadoras do BLH. Desde o ano passado, a empresa Café do Feirante também realiza a sua colaboração, doando frascos de vidros. “Todos os anos, podemos contar com estes apoios para divulgação e apoio ao aleitamento materno e doação de leite humano. Os frascos doados também são muito importantes pois, sem eles, não temos como armazenar o leite doado. Em nome de toda a equipe, agradeço a estas parcerias”, diz Angélica.

Gerente da GTND, Marina Nogueira Berbel Bufarah também deixou o seu agradecimento a todos os envolvidos para que este gesto de carinho possa acontecer. “Obrigada a todas as doadoras de leite materno pela disponibilidade e cuidado com o alimento dos bebês, à equipe do BLH pelo empenho e dedicação total em suas atividades e aos parceiros que contribuíram nas diversas ações de agradecimento e reconhecimento deste gesto de zelo e generosidade de alimentar uma vida”, encerra.

Como doar?

O Banco de Leite Humano do HCFMB fica no campus da Unesp, em Rubião Júnior, e também no Hospital Estadual Botucatu (HEBo). Por conta da quantidade de bebês prematuros atendidos, o setor precisa constantemente de doações para manter os seus estoques em níveis adequados.

Caso haja interesse em colaborar, a doação pode ser feita por mulheres que estejam em bom estado de saúde e que não sejam fumantes, usuárias de drogas ou façam uso excessivo de álcool. Todos os aparatos para coleta do leite (máscara, touca, vidro esterilizado e folheto com explicações sobre o procedimento) são fornecidos pelo HCFMB e a coleta é feita a domicílio.

O Ministério da Saúde afirma que é contraindicada a doação de leite por mulheres com sintomas gripais, que estejam com Covid-19 ou que tenham tido contato domiciliar com outras pessoas que apresentam sintomas ou tenham testado positivo para o novo coronavírus. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (14) 3811-6410, (14) 3811-2762 e pelo celular (14) 99799 8289.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento