Com fraturas pelo corpo, vítima de acidente fica 2 dias em corredor do HC aguardando leito para cirurgia

Mais um reflexo da lotação do Hospital das Clínicas de Botucatu por conta dos casos de Covid-19. Um homem, de 41 anos, sofreu um acidente de moto na última quinta-feira, 28, na estrada que liga Botucatu a Bofete. Ele estava em uma moto e colidiu frontalmente contra uma caminhonete que desviou de um buraco.

Com a queda, Márcio Pereira dos Santos sofreu fratura de fêmur e em um dos braços, além de escoriações pelo corpo, segundo familiares. Levado ao Pronto Socorro Referenciado do Hospital das Clínicas, o homem foi colocado em uma maca no corredor, já que não havia leito disponível.

“Do jeito que ele chegou está até agora sujo corre o risco de pegar uma infecção hospitalar ou o vírus da covid. Pelo amor de Deus nos ajude. Falam que não ele não pode subir para o centro cirúrgico pois não tem leito. Ele está sofrendo com a dor na maca sem poder se quer levantar a cabeça”, disse Marta Pereira dos Santos, irmã de Márcio.

Segundo informações, o paciente está sendo acompanhado por uma equipe da Ortopedia, mas ainda aguarda em uma maca à espera de leito na Enfermaria. Assim que houver disponibilidade ele passará por cirurgia.

Há semanas Enfermaria e UTI do HCFMB estão lotadas com pacientes suspeitos ou positivos de Covid-19. Procurado, o Hospital se manifestará posteriormente.

Outro caso

Na última terça-feira, dia 26, um paciente de Botucatu, que segundo informações era suspeito de estar com covid-19, passou 4 horas com respiração mecânica dentro de uma ambulância do SAMU à espera de um leito no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu.

Não havia vagas naquele momento e a permanência dentro da ambulância durou até o final da noite. Com a lotação, a Central de Regulação de Vagas teve que desenvolver diversas ações de urgência para poder receber o paciente.

Segundo informações, a demora ocorreu, pois o procedimento para adaptar um leito para covid-19 é extremamente complexo.