Com ampliação de leitos no HC, casos menos graves também são tratados em UTI

Hospital das Clínicas agora conta com 30 leitos UTI/Covid-19 (Foto HC FMB)

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu começou a contar, na última sexta-feira, 19, com novos leitos exclusivos de UTI para Covid-19. Interessante é que esse aumento fez com que a porcentagem de ocupação também subisse significativamente.

Até a última semana, com os 16 leitos disponíveis para Civid-19, a taxa de ocupação de leitos no HC ficava entre 20% e 25%. Agora, com 30 leitos, era esperado uma porcentagem mais baixa, porém, a unidade apresentou uma taxa de 40% de utilização.

No dia 7 de junho, por exemplo, o Hospital chegou a ter 1 paciente internado em leito de UTI. Já no domingo, dia 21, foi registrado o número de 10 pessoas sendo assistidas na Unidade de Terapia Intensiva. Mas o que pode parecer preocupante, na verdade tem uma explicação técnica para uma situação de maior segurança.

Segundo o Hospital das Clínicas, pacientes que antes eram atendidos na enfermaria, agora, dependendo da situação clínica de cada um, podem ser melhor assistidos na UTI, já que os leitos estão ociosos até o momento.

O Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi, esclarece que houve aumento de números de casos de pacientes com covid positivo em UTI neste final de semana. Apesar disso, segundo ele, os casos não são graves.

“Apesar do aumento de internações, temos apenas um paciente de Botucatu em UTI, o que mostra que não há acréscimo de casos mais graves na cidade, e sim da região. Este aumento pode ser esporádico ou pode persistir, o que já estamos avaliando. De qualquer forma, temos condições de dar melhor assistência possível com base no nosso número de leitos”, disse Balbi.

O gráfico abaixo mostra o total de internações no HC, incluindo pacientes de toda região. As linhas em destaque na horizontal mostram que não houve aumento no total de pacientes da região internados no HC. Já a linha em vermelho na vertical mostra a abertura dos 30 leitos.

“Ou seja, visualmente se pode deduzir que não houve aumento no total de internações, mas sim uma migração de pacientes da enfermaria pra UTI assim que todos os 30 leitos foram ativados”, disse o Prefeito de Botucatu Mário Pardini ao Acontece Botucatu.

Até este domingo, 21, o total de internados entre Enfermaria e UTI somavam 30 pacientes. A taxa de ocupação se mostrava em 46%.