Clínica Médica da FMB/Unesp comemora Jubileu de Ouro 

No dia 14 de novembro, o Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) sediou a cerimônia comemorativa de 50 anos do Departamento de Clínica Médica da Instituição. O evento homenageou os primeiros professores da área que foram ex-alunos e residentes da Faculdade, discutiu perspectivas futuras em relação ao ensino, pesquisa, assistência e contou com uma apresentação de piano.

Participaram das atividades os dirigentes da FMB, professores Pasqual Barretti (diretor) e Maria Cristina Pereira Lima (Kika – vice-diretora), o superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), professor André L. Balbi, o vice-diretor presidente da Famesp, professor Trajano Sardenberg, o chefe e vice-chefe do Departamento de Clínica Médica, professores MarcosMinicucci e Vânia dos Santos Nunes Nogueira, respectivamente, docentes, funcionários e residentes do Hospital e da Faculdade.

O chefe do Departamento, professor Marcos Minicucci, falou sobre a importância da FMB no cenário nacional lembrando do recorde de candidatos por vaga do vestibular 2018 (312,7) e da grandeza do Departamento de Clínica Médica em toda Unesp. “Eu acredito que numa festa de aniversário nós devemos lembrar e celebrar o passado, devemos viver intensamente o presente e refletir sobre o futuro”, disse. “Nos orgulhamos de formar médicos e residentes que se destacam não só pela competência técnica, mas também pela formação humana e pela empatia”, complementou.

O professor emérito da FMB Augusto César Montelli foi o escolhido para abordar a implantação do Departamento de Clínica Médica e o I Curso Integrado de Semiologia. Emocionado ao se lembrar de passagens históricas, o docente ressaltou que seu discurso constituiu-se em um prefácio ante a trajetória cinquentenária da área.

Durante a solenidade, três professores que fizeram parte da primeira turma e que exerceram o magistério na Instituição foram homenageados. São eles: professores Francisco Habermann, Pedro Aquiles e Joel Spadaro.

Eleito para fazer um discurso representando os docentes homenageados, o professor Joel Spadaro rememorou momentos vivenciados e disse estar otimista em relação a nova geração de gestores que estão à frente do HCFMB, FMB e Departamento.

Departamento de Clínica Médica

Criado formalmente em setembro de 1965. A necessidade de realização de pesquisa de qualidade e de aprofundamento dos  conhecimentos levou o Departamento a fazer a opção pela individualização das especialidades. Assim, em 1969, foi proposta a criação das disciplinas e os docentes se distribuíram entre elas, de acordo com sua formação básica.

Em 1970, existiam as disciplinas de cardiologia, gastroenterologia, hematologia, nefrologia e patologia clínica. Atualmente, são treze as disciplinas atuantes: as cinco citadas acima e clínica médica geral, endocrinologia e metabologia, medicina intensiva, pneumologia, reumatologia, geriatria, nutrologia e oncologia.

É diretriz do Departamento o estímulo para a realização de doutoramento, pós-doutoramento no exterior e ascensão na carreira por meio da realização de concursos específicos.