Castramóvel é apresentado ao Conselho Regional de Medicina Veterinária

 

A Prefeitura de Botucatu deu mais um passo para a implantação da Unidade Móvel de Castração na Cidade. O Departamento da Causa Animal da Secretaria do Verde protocolou junto ao Conselho Regional de Medicina Veterinária o projeto que permite utilizar o equipamento. Após a aprovação regional, o documento será encaminhado ao Conselho Estadual para análise.

“Este projeto é uma exigência burocrática necessária para que possamos iniciar o uso da unidade em castrações pelos bairros. Nós já iniciamos a montagem do cronograma de bairros que receberão o serviço e assim que estiver tudo pronto, levaremos a Unidade Móvel de Castração para os locais que mais necessitam”, explica Rodrigo Rodrigues, Assessor da Causa Animal da Secretaria do Verde.

Enquanto o projeto é analisado pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária, a Secretaria do Verde também iniciou a busca por parceiros para custear os profissionais e insumos utilizados nas cirurgias de castração.

“Queremos que a castração por meio da unidade móvel ocorra em tempo integral e por isso estamos buscando recursos para custear veterinários e materiais para as cirurgias. Na próxima semana, estaremos em São Paulo para solicitar um repasse de verba Estadual. Nossa intenção é que até o final da análise da documentação, esteja tudo certo”, concluiRodrigo Rodrigues.

 Mais de 500 animais já foram castrados de graça

 Apesar da Unidade Móvel de Castração não estar em funcionamento ainda, o serviço por meio de duas clínicas veterinárias que venceram a licitação continua sendo realizado na Cidade. Desde janeiro, quando o convênio foi implantado, a Prefeitura de Botucatu já castrou mais de 500 cães e gatos por meio de Ata de Registro de Preço.

Para solicitar a castração, o proprietário deve ligar na Secretaria do Verde (3882-1290) e fazer o preenchimento de uma ficha por telefone. Os dados serão avaliados e a castração agendada.