Casos de sarampo no estado de São Paulo sobem para 2.457

O estado de São Paulo contabiliza 2.457 casos confirmados de sarampo. Deste total, 66,6% se concentram na capital, com 1.637 ocorrências. A doença já matou duas crianças e um homem de 42 anos.

A Secretaria de Saúde informou hoje (31) que segue vacinando bebês com idade entre 6 meses e menores de 12 meses, conforme recomendado pelo Ministério da Saúde.

A faixa etária é considerada mais vulnerável a casos graves e óbitos, e representa cerca de 13% do total de casos registrados em SP. A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba.

O primeiro caso ocorreu na terça-feira (27), com a morte de um homem de 42 anos, sem histórico de imunização contra a doença.

A recomendação da Secretaria de Saúde para as mães de crianças com idade inferior a seis meses é evitar exposição a aglomerações, manter higienização adequada, ventilação adequada de ambientes, e sobretudo, que procurem imediatamente um serviço de saúde diante de qualquer sintoma da doença, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite e manchas brancas na mucosa bucal.

Agencia Brasil