Botucatu terá máquina com capacidade de fazer 1 mil testes de coronavírus por dia

A Prefeitura de Botucatu apresentou na manhã deste sábado, 27, um novo método que potencializar o processamento dos exames para coronavírus na cidade. A anúncio ocorreu em entrevista coletiva no Teatro Municipal.

Trata-se de uma espécie de robô, que será capaz de produzir 1000 resultados de testes em apenas um dia. Desta forma, Botucatu potencializa a testagem em massa como nenhuma outra cidade no estado.

A ação é uma parceria entre Prefeitura, Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina e Caio Induscar, que patrocinou o aparelho. A empresa foi representada pelo Executivo Marcelo Ruas.

Segundo o que foi apresentado, essa máquina é capaz de processar o resultado de 96 testes a cada 40 minutos. O pedido de compra já foi feito no valor de R$ 300 mil.

Lembrando que Botucatu tem à disposição um total de 25 mil testes RT-PCR, o mais confiável. Eles são processados no Hemocentro do Hospital das Clínicas de Botucatu.

O evento contou com representantes da Caio, Unimed, Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina de Botucatu, entre outros. Prefeitos e vereadores da região também estação no encontro.

“Mais um gesto humano e solidário da Caio Induscar, que além de oferecer o sustento a milhares de famílias botucatuenses, planta mais uma semente de esperança nesta luta. Agradeço a empresa e também a todos os profissionais do Hemocentro do HC, que se dedicam dia a dia para que Botucatu seja referência no enfrentamento da Covid-19”, disse Mário Pardini.

De acordo com Pardini, Botucatu esteve muito perto de ter que parar com a principal estratégia ao combate ao Coronavírus, a testagem em massa, que fez de Botucatu referência no combate à epidemia em nosso país.

“O equipamento disponível no Hemocentro do HC tem uma série de limitações, a principal é a aquisição dos Kit’s, fornecidos pelo Governo Federal, padronizados e com único fornecedor, o que além de tornar mais caro os exames nos faz refém de possíveis desabastecimentos, o que ocorre exatamente no momento mais delicado do enfrentamento desta pandemia”, completou Pardini.

Prefeitos da região presentes

Outra importante contribuição será a nível regional, já que municípios vizinhos poderão, assim como Botucatu, aumentar a capacidade de testes, diagnosticar e tratar precocemente seus pacientes e assim diminuir a necessidade de utilização de leitos de UTI no HC.

Por isso o evento contou com a presença de diversos Prefeitos da região. Dito Rocha, de Pardinho, foi convidado para compor a mesa, representado todos os Chefes do Poder Executivo na região.