Botucatu pretende distribuir 12 mil preservativos neste Carnaval de 2020

Carnaval é tempo de se divertir, mas também de se cuidar. Pensando assim, a Secretaria Municipal de Saúde, através do Programa Municipal DST/HIV/AIDS, em parceria com a Secretaria de Cultura, preparou para os foliões do Município mais de 20 pontos de distribuição de preservativos, além da distribuição de leques com orientações sobre prevenção em IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis) em todos os eventos de Carnaval.

A campanha visa principalmente facilitar o acesso e estimular o uso do preservativo em todas as relações sexuais durante o carnaval, principalmente entre os homens na faixa etária de 15 a 39 anos, já que os números do HIV no Brasil demonstram aumento nessa faixa etária.

Dados epidemiológicos de HIV/AIDS dos últimos dez anos mostram que 73% de novos casos de HIV ocorreram no sexo masculino. Um em cada cinco novos casos está entre homens de 15 a 24 anos (2018). Entre homens na faixa etária de 20 a 24 anos, a taxa de detecção de AIDS cresceu 133% entre 2007 a 2018, passando de 15,6 para 36,2%.

“Os jovens têm sido foco de campanhas de prevenção nos últimos anos. Pesquisas apontam que o uso do preservativo não é consistente entre os mais jovens, embora o nível de informação seja elevado em relação à forma de prevenção ao HIV. Os casos de HIV têm aumentado no país. A AIDS é uma doença que ainda não tem cura, portanto é necessário o máximo de cuidado”, afirma o Secretário Municipal de Saúde, André Spadaro.

Botucatu pretende distribuir 12 mil preservativos neste Carnaval de 2020

“O Programa municipal DST/AIDS estará realizando atividade de orientação e prevenção no Evento do Bloco Muvuca Dubrô, no dia 22 de fevereiro. Haverá também distribuição de leques e disponibilidade de preservativos em todos os eventos do carnaval”, explica Thaís Renata Espernega, Coordenadora do Programa Municipal DST/HIV/AIDS

O uso da camisinha é a forma mais simples de proteção contra o HIV e outras IST’s como a sífilis e o HPV, além de prevenir uma gravidez indesejada. Todas as Unidades de Saúde também disponibilizam, durante o ano todo, preservativos gratuitamente, e nessas semanas de fevereiro estarão realizando várias ações educativas de orientação e prevenção.

Existem também pontos de distribuição de preservativos em vários locais de grande circulação de pessoas, como rodoviária, rádios, clubes recreativos e bares.
Mais informações:
Programa Municipal DST/HIV/AIDS
Avenida Santana, 23, Centro
Telefone: (14) 3811-1125