Secretário de Doria elogia conduta de Bauru em Pandemia, mesmo com aumento de 37% de óbitos em 7 dias

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira, 25, pelo governo estadual, na Capital, Bauru foi citada como exemplo de cidade do Interior na condução da epidemia. O destaque foi feito pelo secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, durante pronunciamento.

Ele agradeceu o empenho de aproximadamente 50 prefeitos em nome de cinco cidades apontadas como modelos pela atuação, entre elas Bauru, que foi a primeira citada. Na sequência, Vinholi enalteceu Rio Claro, Mogi Guaçu, Campinas e Sorocaba. Botucatu, que vem fazendo a lição de casa no combate à pandemia, não foi lembrada por ele.

“A medida que a Covid-19 tem um impacto mais forte no Interior, se torna cada vez mais contundente a ação dos gestores municipais, que, ao invés de atuarem com populismo, agem com a técnica, com a ciência e com responsabilidade”, afirmou o secretário.”Os bom exemplos devem ser exaltados”, completou.

Porém, o comentário foi feito no mesmo dia em que Bauru registou mais duas mortes pelo novo coronavírus, conforme boletim epidemiológico emitido na noite desta quinta-feira (25) pela Secretaria Municipal de Saúde.

Com isso, a cidade contabiliza 27 vítimas fatais até o momento por conta da doença, com 1.170 casos confirmados até aqui.

Se forem analisados os números dos últimos dias, o comentário fica ainda mais incoerente. Segundo o site SP Covid-19 Info Tracker, que realiza  análise de dados e monitoramento em tempo real de Municípios do Estado de São Paulo, Bauru é a terceira cidade do estado com maior crescimento de casos na última semana (veja tabela abaixo), ficando atrás apenas de Limeira e Ribeirão Preto. Em 7 dias foram 7 mortes, representando um aumento de 35%.

Fonte: SP Covid-19 Info Tracker

O município, que é modelo para Vinholi, também começou tarde a testar pessoas com sintomas gripais. os testes tiveram início apenas no dia 8 de junho. Enquanto isso, Botucatu começou os mesmos testes em 15 de abril, com isso, Botucatu, que tem 145 mil habitantes, testou mais de 7 mil pessoas (4,82% da população).

Já Bauru, com 400 mil moradores, fez até agora 4.695 exames na população (1,17% da população). Segundo especialistas, o baixo índice de testagem pode gerar uma subnotificação de casos, consequentemente a transmissão acelerada no município.

Prova disso é a evolução da doença nas dias cidades nos últimos 7 dias: Bauru teve aumento de 37,49% de casos confirmados, enquanto que Botucatu teve 18,89%. Os casos ativos em Bauru aumentaram 42,70% em uma semana e no mesmo período Botucatu teve 12,44 % a mais.

Enquanto isso, tanto Bauru, quanto Botucatu, seguem na fase laranja do Plano São Paulo, que mantém restrições os funcionamento de atividades consideradas não essenciais, como por exemplo o comércio e serviços. Botucatu, apesar de índices melhores, está inserida na Diretoria Regional de Saúde 6, que tem como sede Bauru.

Com informações do JCNet.