Santa Casa de Jaú diz em ofício para DRS-6 que chegou ao colapso

“Não sabemos mais o que fazer; chegamos ao colapso”. É com essa frase que a Santa Casa de Jaú encerra ofício remetido nesta segunda-feira (25) ao Departamento Regional de Saúde de Bauru (DRS-6) e Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (Cross).

No documento, o hospital cita a sobrecarga de sua estrutura de atendimento a casos suspeitos e positivos de Covid e pede apoio para que pacientes sejam encaminhados para outras unidades de referência.

No sábado (23), reportagem do JC antecipou os problemas que a Santa Casa de Jaú vem enfrentando para absorver a alta demanda de pacientes que buscam a unidade com sintomas da doença (leia abaixo).

Ontem, no ofício ao DRS-6, a unidade revelou que está trabalhando “acima do seu limite estrutural e humano”, com 115 pacientes internados com sintomas de Covid-19, entre suspeitos e confirmados.

“Destes, 30 encontram-se no Pronto-Socorro, sendo dez aguardando vaga de UTI”, afirma. No documento, o hospital diz, ainda, que não tem mais espaço físico e nem leitos com saídas de oxigênio disponíveis.

“Diante desta alta demanda de pacientes Covid-19 no Pronto Socorro, tivemos que alocar os pacientes na sala de sutura, na sala de observação geral, consultórios médicos e sala de emergência”, conta. “Sabemos que o momento é delicado. Portanto, solicitamos o apoio desta DRS-6 e Cross para encaminhar os pacientes, independente da patologia, para outras referências”.

Jaú tem 124 mortes confirmadas, segundo boletim. São 6081 casos confirmados.

Fonte: Informações do JCNET