Projeto de iniciativa de São Manuel é discutido com Secretário de Estado do Meio Ambiente

 

Prefeitura de São Manuel

Na quarta-feira, dia 12 de julho, estiveram reunidos em São Manuel, no salão do Sindicato Rural da cidade, 100 pessoas representantes de 26 municípios do Consórcio da Hidrovia Tietê-Paraná. A reunião contou com a presença do Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Ricardo Salles; do Diretor Estadual da CETESB, Geraldo Amaral; e do presidente do Consórcio, Eduardo Barreto; e teve o objetivo de discutir o projeto de uma usina regional pioneira em resíduos sólidos domésticos.

O encontro foi aberto pelo Prefeito Ricardo Salaro, que comentou sobre a importância do consórcio e também do projeto, que visa resolver definitivamente e de forma cooperada o problema do lixo. O Secretário Ricardo Salles agradeceu a iniciativa do município anfitrião e afirmou o compromisso da Secretaria em agilizar o processo com a Cetesb e com a Agência Desenvolve São Paulo.

De acordo com o projeto, doze municípios localizados a um raio de até 50km de São Manuel serão beneficiados (São Manuel, Lençóis Paulista, Macatuba, Barra Bonita, Mineiros do Tietê, Dois Córregos, Igaraçu do Tietê, Areiópolis, Pratânia, Padrinho, Borebi e Itatinga).

De forma resumida, o fluxo do tratamento dos resíduos seria: 1-) coleta do lixo municipal; 2-) separação do lixo seco para a reciclagem; 3-) processo de desidratação do lixo úmido (O processo de desidratação cumprirá a tarefa de estabilizar a biomassa orgânica promovendo um maior poder calorífico e eficiência energética); 4-) Central de geração de energia elétrica: volatilização termolítica de resíduos ou biomassa a alta temperatura em uma câmara selada sem ar e/ou oxigênio, que gerará energia elétrica para a própria usina e também poderá ser utilizada na rede elétrica urbana; 5-) O resíduo final do lixo e o lixo inerte podem ser aterrados.

A tecnologia utilizada é de pirólise, técnica eficiente e que não permite que sejam produzidos resíduos ou gases tóxicos. Caso o projeto venha a ser financiado pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, após a efetivação das licenças, o prazo para a construção da Usina completa é de 17 meses.

Além de reduzir os danos ao meio ambiente, esse projeto de iniciativa da cidade de São Manuel gera inclusão social e renda para os municípios, por meio da venda de material reciclado e de energia gerada.