Operação prende porteiro suspeito de armazenar material com pornografia infantil em Bauru

Material com pornografia infantil foi apreendido durante a operação em Bauru (Foto: Carolina Abelin / TV TEM )

Polícia Federal de Bauru (SP) cumpriu mandados de busca e apreensão e prendeu uma pessoa na cidade durante a Operação Glasnost, deflagrada nesta terça (25) em 14 estados brasileiros.

Um porteiro de cerca de 40 anos foi preso em flagrante quando os agentes foram cumprir dois mandados de busca e apreensão na casa dele. Como foi encontrado material com pornografia infantil no local, ele foi preso por armazenar esse tipo de conteúdo, crime que cabe fiança, mas que ainda não teve o valor estipulado. As investigações continuam e o material encontrado na casa do suspeito foi apreendido.

Segundo a Polícia Federal, até as 10h20, 30 pessoas tinham sido presas na operação, sendo 27 em flagrante e três preventivas. Além do porteiro de Bauru, há professores, médicos e estudantes entre os presos. Alguns deles são pais que abusavam das próprias filhas, um homem de 80 anos, e dois funcionários públicos que usavam computadores do órgão pra compartilhar pornografia infantil. Pelo menos 15 vítimas já foram identificadas, ainda segundo a PF.

Foram expedidos três mandados de prisão preventiva, 72 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento. As ordens judiciais estão sendo cumpridas em 51 cidades de 14 estados brasileiros.

Fonte: G1