Menino morre depois de ser picado por escorpião em Barra Bonita

Um menino de seis anos morreu na Santa Casa de Jaú após ser picado por um escorpião em Barra Bonita. O corpo dele foi sepultado neste domingo (15), às 17h, no Cemitério de Barra Bonita.

Bryan Gabriel Alves reclamou de dor no pé durante à tarde, quando brincava no quintal da casa da família, no Jardim Nova Barra. No local, o pai dele encontrou um escorpião. Inicialmente, ele foi levado ao Hospital e Maternidade São José, em Barra Bonita.

“Ele foi atendido, estabilizado e transferido para a Santa Casa de Jaú”, informa o diretor do hospital, José Luís Minutti. De acordo com ele, a transferência foi necessária porque o hospital de Barra Bonita não possui o soro contra a picada de escorpião.

Segundo Minutti, documento enviado pelo Departamento Regional de Saúde de Bauru (DRS VI) em 2013 revela que o soro era disponibilizado para as Santas Casas de Dois Córregos (pela demanda na época) e de Jaú (o hospital de referência na região).

O diretor conta que, hoje, apenas Jaú tem o medicamento. Segundo ele, além do tipo de escorpião, idade da vítima e fatores como dificuldade de coagulação contribuem para a letalidade.

Bryan chegou a tomar o soro em Jaú, mas morreu no fim da tarde de sábado. “Infelizmente, houve essa fatalidade”, lamenta.

Minutti pontua que retornou de viagem no sábado à noite e não teve acesso à ficha de atendimento do paciente e ao atestado de óbito para saber se a morte dele realmente foi causada pela picada de escorpião.

Mesmo sem a confirmação, pelas redes sociais, muitos moradores de Barra Bonita reclamaram da infestação de escorpiões no município, até mesmo em pontos considerados turísticos, como a Praça do Teleférico, e da falta de ações do poder público.

Campanha

Em nota, a Prefeitura de Barra Bonita informou que está preparando uma campanha de combate a escorpiões. “A prefeitura lamenta profundamente essa fatalidade da morte da criança, supostamente por picada de escorpião. Barra Bonita não vive uma infestação, porém, tem aumentado o aparecimento de escorpiões”, revela.

O município disse que fez dedetização de áreas como o cemitério e que está comprando mais veneno para aplicação e bloqueio em outras áreas. “A prefeitura está realizando desde o dia 9 a campanha Meu Bairro Limpo, onde o poder público ajuda a população a limpar suas residências e, em contrapartida, limpa os espaços públicos”, explica.

Ainda de acordo com a prefeitura, nos dias 11,12 e 13, a campanha foi realizada no bairro onde o menino morava com a família. “É muito importante o trabalho da prefeitura quanto à limpeza da cidade, mas a eficácia do trabalho depende também da colaboração da população, contribuindo com a limpeza”, ressalta.

Fonte: Jcnet