Menino morre com suspeita de febre maculosa no centro-oeste paulista

Imagem ilustrativa

Um menino de 11 anos morreu na segunda-feira (20), na Santa Casa de Ipaussu, com suspeita de febre maculosa. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a morte foi confirmada duas horas depois que ele chegou no hospital.

O caso foi registrado como “morte indeterminada”, mas a suspeita da febre maculosa é porque o menino costumava brincar em um parque que tem capivaras, animal hospedeiro do carrapato estrela, que transmite a doença.

O caso está sendo investigado e a secretaria aguarda os resultados de exames para confirmar a causa da morte.

A prefeitura de Ipaussu informou que está dando todo o respaldo à família da vítima, e que todas as medidas no combate à febre maculosa vêm sendo tomadas em relação ao manejo das capivaras.

Em outubro do ano passado, a morte de um adolescente de 15 anos por febre maculosa foi confirmada na cidade. Thiago Baroni Costa morreu no dia 3 de outubro de 2019 e a confirmação da causa aconteceu através de exame feito pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo.

O adolescente era filho de um dos vereadores de Ipaussu e a prefeitura chegou até decretar luto oficial no dia seguinte à morte dele. O caso foi o segundo registrado na cidade em 2019 e o primeiro de morte em decorrência da doença.

Fonte: G1 Bauru e Marília.