Locomotiva que puxava dez vagões com combustível descarrila em Bauru

Fotos Douglas Reis

O descarrilamento de uma locomotiva com dez vagões cheios de combustível assustou os moradores de Bauru, na manhã desta terça-feira (29), na altura do Jardim Guadalajara. A composição, com dez vagões, transportava cerca de 650 litros mil de óleo diesel para as distribuidoras de Bauru e foi abastecida na Refinaria de Paulínea, na região de Campinas. Os trilhos já foram consertados e a composição liberada para seguir até as distribuidoras por volta das 15h30, segundo a empresa Rumo, administradora do trecho.

O acidente não deixou feridos e os vagões não chegaram a tombar e nem derramaram combustível, o que poderia causar um grande dano ambiental e até mesmo um incêndio. Há suspeita que um ato de vandalismo ou mesmo um ato criminoso tenha provocado o acidente, que ocorre em meio a um desabastecimento de combustíveis em Bauru. Os parafusos que fixam um trilho ao outro foram retirados.

Funcionários da empresa Rumo, que administra o trecho, estão no local para fazer os reparos. O local foi liberado por volta das 15h30 e a composição seguiu para as distribuidoras. Uma sindicância foi aberta para apurar as causas do acidente. A Polícia Civil também investiga o caso.

Até a segunda-feira (28), Bauru não estava desabastecida em função da paralisação dos caminhoneiros porque a cidade tem três distribuidoras de combustíveis, que chegam até o município via malha ferroviária.

Entretanto, na segunda-feira, grevistas impediram a entrada e saída de caminhões-tanque que levariam os combustíveis das distribuidoras até os postos da cidade. Isso provocou medo de desabastecimento nos consumidores e uma corrida aos postos, o que gerou filas. Moradores de cidades vizinhas também vieram a Bauru para abastecer seus veículos e galões com combustíveis. Nesta terça-feira, alguns caminhões saíram das distribuidoras com escolta policial para tender serviços essenciais.

Nota oficial da Rumo

“A concessionária informa que uma locomotiva descarrilou durante uma manobra de recuo no pátio de triagem de Bauru. Os dez vagões da composição, que não descarrilaram, estavam carregados com combustível. Equipes trabalham no local para retomar a operação no pátio o quanto antes. O ocorrido não afeta as demais operações. A empresa abriu uma sindicância para apurar as causas do descarrilamento. (Assessoria de Imprensa Rumo)”

Fonte: Jcnet