Lei municipal proíbe o uso de cerol e linha chilena em São Manuel

 

Foto G1

A utilização de cerol e qualquer outro produto cortante é proibido em São Manuel. Os estabelecimentos comerciais também estão proibidos da comercialização sob pena de pagamento de multas.

A Lei em vigor tenta amenizar os problemas causados pelo uso do cerol ou da linha chilena, que é fabricada industrialmente com pó de quartzo e óxido de alumínio. Existe Lei Federal de 1990 que também define a venda ou exposição de linha como o cerol como crime, prevendo multa e detenção de 2 a 5 anos.

Os problemas causados pelo uso do cerol podem vir a causar a morte de pessoas e ferimentos e o material (linha) pode prejudicar a rede elétrica e de telefonia. O choque elétrico e curto circuito são as principais consequências do contato da pipa (com cerol na linha) com a rede elétrica.

A linha é capaz de conduzir energia e o choque pode ser letal para qualquer um que estiver brincando. Aqui em São Manuel a Guarda Municipal vem fiscalizando o uso indevido do cerol, apreendendo inclusive o material cortante.