Latam cancela voos em Bauru após aeroporto suspender serviço de combate a incêndio

A Latam decidiu cancelar todos os voos com saída do aeroporto estadual Moussa Tobias, conhecido como Bauru-Arealva (SP), programados para os dias 14, 15 e 16 de abril depois da suspensão do serviço de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndio (Sescinc) do terminal.

A empresa de aviação tomou a decisão na noite desta sexta-feira (12), informou que fez os cancelamentos por questões de segurança e destacou que os passageiros afetados já estariam sendo comunicados, com opções para remarcar o voo ou obter o reembolso das passagens.

Já a empresa Azul, que também opera no aeroporto, manteve todos os voos programados. A empresa informou que ainda não estuda fazer cancelamento das suas operações em Bauru. Apenas as duas companhias operam no aeroporto Moussa Tobias.

Sobre o motivo da suspensão do serviço de combate a incêndios, o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) esclareceu que cumpre a rigor toda a regulamentação prevista pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e que a medida faz parte da legislação do setor.

O Daesp disse que tomou a decisão de manter uma unidade de prevenção – formada por um bombeiro civil – no aeroporto estadual Moussa Nakhal Tobias, de Bauru, no lugar do Sescinc, formado por um grupo de bombeiros.

O departamento aeroviário ressaltou que a unidade garante toda a segurança no aeroporto, incluindo atendimento a ocorrências registradas durante operação nas fases de pouso, decolagem e táxi, e outras envolvendo pessoas, equipamentos de apoio e abastecimento da aeronave.

Diante da repercussão da suspensão dos voos em Bauru, o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) disse ter sido surpreendido com decisão do governo do Estado de São Paulo.

Gazzetta informou que na segunda-feira (15) irá buscar as medidas jurídicas cabíveis para que os bombeiros retornem ao aeroporto.

Fonte: Portal G1